Policial

GOLPE DO PNEU

Polícia de Umuarama desmantela quadrilha interestadual de estelionatários

01/02/2019 16H47

GOLPE DO PNEU Polícia de Umuarama desmantela quadrilha interestadual de estelionatários

Umuarama – A Polícia Civil de Umuarama desmantelou nesta sexta-feira (01) uma quadrilha de estelionatários que aplicavam golpes em borracheiros e atuava em diversos Estados. A ação começou na tarde de quinta-feira (31) e culminou na prisão de duas pessoas em Uberlândia em Minas Gerais. Somente em uma empresa de Umuarama os golpistas retiraram três cargas, que juntas passam de R$ 90 mil.

GOLPE DO PNEU Polícia de Umuarama desmantela quadrilha interestadual de estelionatários
A carga de pneus de Umuarama foi transferida para caminhão menor e depois entregue em borracharia em Uberlândia (foto divulgação Polícia Civil)

CAMINHÃO COM PNEUS

Uma equipe de investigadores do Grupo de Diligências Especiais (GDE) interceptou um caminhão carregado de pneus em Umuarama e seguiu com o mesmo até o destino final no triângulo mineiro entre quinta e sexta-feira. Em Uberlândia, foram presos o motorista do caminhão, morador de Umuarama; um borracheiro e um segundo motorista, ambos moradores de Minas.

Segundo o delegado-chefe da 7ª SDP, Osnildo Carneiro Lemes, o veículo foi fretado para levar uma carga de pneus adquiridos por estelionatários através de golpe em borracheiros de Umuarama. “Um investigador foi no caminhão para o motorista não avisar os golpistas e o restante da equipe seguiu atrás, em uma viatura”, explicou Lemes.

Inicialmente acreditamos que o destino era dentro do Paraná, mas resultou em uma ação interestadual. Mantivemos contato com a delegacia de Ituiutaba e os investigadores de lá logo conseguiram identificar os golpistas”, explicou o delegado.

GOLPE DO PNEU Polícia de Umuarama desmantela quadrilha interestadual de estelionatários
equipe de investigadores de Umuarama e Minas Gerais que atuaram na prisão (foto divulgação Polícia Civil)

DESTINO PNEUS

Segundo a polícia, o caminhão carregado com pneus passou por Nova Esperança, Paranacity, Presidente Prudente (SP), São José do Rio Preto (SP), Prate e Uberlândia, ambos em Minas Gerais. Ao chegar ao destino, a carga foi repassada para um caminhão menor e cerca de 1,5 km após a mercadoria foi deixada em uma borracharia. Neste momento a equipe de Umuarama, juntamente com policiais mineiros deram voz de prisão aos dois suspeitos.

Segundo a Polícia, os criminosos usavam cartões de crédito e documentos falsificados e estavam aplicando o golpe em empresas de Umuarama.

As investigações agora seguem para identificação dos demais integrantes da associação criminosa e outras possíveis vítimas.