Esportes

SÃO PAULO

Sidão se vê perseguido e diz que pressão o tirou do time titular

05/11/2018 21H39

As boas defesas feitas no domingo (4), contra o Flamengo, deixaram Sidão à vontade para reclamar das censuras habituais a seu trabalho no São Paulo. O arqueiro -que falhou no primeiro gol rubro-negro- disse ver críticas injustas e não se importar com elas.
“Às vezes, é injusto o julgamento. Vejo todos os gols do Brasileirão. Tem muita gente tomando gol duvidoso, e ninguém fala nada. Quando é comigo, é diferente”, afirmou o atleta de 35 anos.
Sidão só foi titular contra o Flamengo por causa da suspensão de Jean, que tomou sua posição. Para o paulistano, a mudança no gol tricolor ocorreu por causa da torcida.
“Pressão externa, né? Talvez a pressão por parte da torcida tenha pesado para que ele [Diego Aguirre] fizesse essa troca. Caímos de produção, e acabou sobrando para alguém”, disse.
“Eu tenho bagagem para suportar isso aí. Estou tranquilo”, concluiu, fracassando na tentativa de demonstrar tal tranquilidade. (Folhapress)