Vida e Cultura

Relembrando

“Senhora do Destino”, um grande sucesso da Globo

06/07/2020 08H41

Foto: Maria do Carmo (Suzana Vieira), Isabel (Carolina Dieckman) e Nazaré (Renata Sorrah) foram as principais personagens que contaram o enredo de “Senhora do Destino” / João Miguel Jr-RG

“Senhora do Destino”, novela da Globo que estreou em junho de 2004, teve a difícil tarefa de manter os altos índices (de 45 a 50 pontos de Ibope) de “Celebridade”, que em seu último capítulo fechou com chave de ouro os índices da audiência. Escrita por Aguinaldo Silva e dirigida por Wolf Maya, “Senhora do Destino” foi exibida em duas fases. A primeira, mais curta, durou apenas quatro capítulos e meio. Foi nesta fase, ambientada no ano de 1968, que Marília Gabriela estreou como atriz de novelas. A jornalista e apresentadora foi Dona Josefa de Magalhães Duarte Pinto, dona de um importante jornal carioca, o “Diário de Notícias”, que após a tomada do poder pelos militares e a implantação do AI-5, é obrigada a fechar o jornal e embarcar para um exílio de luxo na Europa, pois usava seu jornal diário para fazer duras críticas ao regime. A trama que foi ao ar às 21 horas pretendia ser uma novela sobre o brasileiro trabalhador. Uma história com pessoas que venceram na vida através do próprio esforço. Uma novela que trouxe como tema central Maria do Carmo (na primeira fase vivida por Carolina Dieckman e na segunda por Suzana Vieira), uma nordestina, mãe de cinco filhos, que venceu na vida através de muita luta, mas que tinha como grande batalha a reconquista de sua filha que foi sequestrada ainda recém-nascida. Relações e conflitos familiares e o resgate de valores já esquecidos pela sociedade foram a proposta do autor Aguinaldo Silva para “Senhora do Destino”.

Entre os atores que compunham o elenco estavam José Wilker, Renata Sorrah, Leandra Leal, Marília Gabriela, Lima Duarte, Tarcísio Meira, Paulo José, Raul Cortez, Dan Stulbach, Débora Falabella, Luiz Carlos Vasconcelos,Glória Menezes, Mara Manzan, Tânia Kahlil, Eduardo Moscovis e Marcello Antony, entre outros.

A novela foi exibida de 28 de junho de 2004 a 12 de março de 2005, totalizando 220 capítulos e em 2009 e 2017, foi reprisada nas tardes da Globo, no “Vale a Pena Ver de Novo”.

Notícias relacionadas