Esportes

Desafio

Palmeiras tenta quebrar tabu que dura 88 anos contra o Cruzeiro

26/09/2018 11H10

Para avançar, o Palmeiras precisará quebrar um tabu em Minas Gerais que já dura 88 anos: bater o Cruzeiro por dois gols de diferença, fato raro que só aconteceu uma vez na história, em 1930.
Em 18 de maio daquele ano, os dois times, que ainda eram chamados de Palestra Itália, disputaram um amistoso no estádio Barro Preto, na capital mineira.
O Palestra Itália-SP venceu por 4 a 2 o Palestra Itália-MG, com gols de Lara, Carrone, Heitor e Ministrinho. Ninão e Bengala descontaram para o time mandante.
Desde então, foram poucos os triunfos palmeirenses como visitante da Raposa, apenas sete. Todos pela diferença mínima de placar.
Além de mudar o histórico, o alviverde também precisa quebrar outra escrita: desde a chegada do técnico Mano Menezes, o time celeste nunca foi eliminado no Mineirão.
O time de Mano até já perdeu em em casa em mata-matas, mas não com o placar que o fizesse amargar uma queda diante de sua torcida.
Esta é a segunda passagem do gaúcho pela Toca da Raposa. Na primeira, o time perdeu na semi da Copa do Brasil de 2016 para o Grêmio, mas no primeiro jogo.
No ano passado, Mano apanhou do São Paulo em duelo de volta da Copa do Brasil no Mineirão, mas o placar de 2 a 1 não foi suficiente para o Tricolor avançar. Neste ano, o Santos, na Copa, e o Flamengo, na Libertadores, venceram em Minas, mas não levaram. (Folhapress)