Umuarama

Aumento de casos

Infectologista orienta os umuaramenses a tomarem a vacina contra covid-19

15/11/2022 06H57

raphael_covid_infectologista

Em meio a retomada do assunto covid-19, levantamento mostra que Umuarama apresentou a redução de 87% no número de vacinas aplicadas contra a doença, em intervalo de um ano. Na busca de proporcionar orientação para comunidade, a reportagem conversou com o médico infectologista, Raphael Hartmann.

Hartmann atuou na linha de frente dos atendimentos da covid-19 em Umuarama e foi incisivo em ressaltar a necessidade de incrementar as taxas de vacinação contra a covid-19, principalmente nas diferentes doses de reforço. O infectologista ressaltou a preocupação com a sub-variante Ômicron BQ.1 e outras variantes, devido a aceleração de novos casos e também o registro rápido de óbitos.

“A melhor estratégia sempre será a prevenção e neste caso a vacina. Não temos outra medicação via Sistema Único de Saúde (SUS). Por isso, é pressiso tomar as doses de reforço e manter a imunização”, alertou.

Vacinação

Conforme números da 12ª Regional de Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, em Umuarama na primeira dose da vacina foram aplicadas 98,707 imunizantes. Agora, na segunda dose de reforço, o número caiu para 13.625 doses aplicadas. “No cenário estadual já se observou na rede particular de saúde um aumento de 500% de casos registrados de covid-19, em exames”, ressaltou Hartmann.

O médico infectologista ainda ressaltou que pelos números de auto-teste realizados, ultimamente é difícil mensurar o aumento real de novos casos de covid-19. “Em Umuarama ainda não registramos pacientes internados em situação grave. Mas, se for considerar o último lote de vacina de reforço, acredito que podemos ter uma alta quando começar acabar o efeito dessa vacina, que deve ser para o fim do ano”, ressaltou.

Vacinas ainda funcionam

Mesmo com as mutações do Sars Cov2 circulando pelo Brasil a vacina base ainda faz seu papel e não permite a doença progredir para uma fase grave, livrando pessoas da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Minha orientação é para as pessoas tomarem a vacina, que se mostrou atuante na questão de diminuir a gravidade da doença, por isso, continuam sendo as mesmas vacinas”, finalizou.

Onde Vacinar?

Em Umuarama a vacinação contra covid-19 está sendo realizada nas Unidades Básica de Saúde  (UBS) nas segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras para pessoas acima de 5 anos, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h.

Números Covid

No boletim emitido pela Secretaria Municipal de Saúde os números de covid-19 também apresentaram leve alteração. Desde outubro o levantamento não presentava novos casos diários superiores a 10 registros. Porém, na última semana o registro de confirmados apresentaram entre 11 e 13 novos umuaramenses com a doença, além de aumento de suspeitos.