Umuarama

Fiscalização

Fiscalização flagra desrespeito as regras em bares e lanchonetes de Umuarama

27/04/2020 18H39

No primeiro fim de semana, após publicação do decreto municipal que reabria os bares, lanchonetes e restaurantes de Umuarama, a Guarda Municipal, Vigilância Sanitária, Fiscalização de Postura e Polícia Militar realizaram fiscalização no centro da cidade e bairros. Na ação, os agentes de fiscalização observarão várias irregularidades nos estabelecimento na noite de sexta-feira (24), sábado (25) e tarde de domingo (26).

A situação verificada no fim de semana em relação aos frequentadores dos bares e lanchonetes foi decepcionante, com a averiguação de várias infrações em relação as regras do decreto municipal que organiza o funcionamento das empresas. “O que observamos foi aglomeração, mesas não respeitando o distanciamento, quantidade de pessoa no estabelecimento entre outras situações, como comércios abertos após as 22 horas”, disse o comandante da Guarda Municipal, inspetor Valdiney Rissato.

Conforme Rissato como foi o primeiro fim de semana, após publicação do decreto, a ação teve o cunho orientativo, mas algumas empresas foram notificadas. “Foram mais de 30 empresas visitadas no centro e bairros da cidade, com mais de 10 agentes envolvidos no trabalho”, ressaltou.

DENÚNCIA

No sábado (25) a central de comunicações atendeu denúncia anônima de um açougue da Rua Marialva que estaria descumprindo a determinação do uso de máscara pelos funcionários e clientes. Outras denúncias recebidas foram de um bar na Av. Londrina com aglomeração, velório em um memorial local com grande número de pessoas presentes, jogos de futebol em chácaras do Recanto Lago Azul, nos fundos do Jardim São Cristóvão, e também em uma chácara próximo ao tradicional pesqueiro da cidade. Todas as situações foram repassadas à Vigilância Sanitária, para as providências.

NOVA FISCALIZAÇÃO

No próximo fim de semana a ação será novamente realizada, mas não apenas com o cunho de orientação. “Fizemos o trabalho de conscientização e orientação, os empresários já tiveram o conhecimento da lei. Desta forma termos que realizar as atuações na próxima fiscalização”, alertou Rissato.

INFORMAÇÕES DO DECRETO (VEJA AQUI)