Policial

Pedido de Ajuda

Família continua nas buscas por idoso desaparecido há 30 dias em Iporã

17/10/2019 09H01

ambrosio-desaparecido-altonia

O desaparecimento de José Ambrósio dos Santos, o Preto, de 66 anos, completa nesta quinta-feira (17) 30 dias. O longo período sem notícias não desanima aos familiares, que continuam as buscas pelo idoso, que sofre do Mal de Alzheimer.

PARA O OESTE

De acordo com Aparecida Neves de Souza, 49 anos, sobrinha de José Ambrósio, os familiares e amigos estão refazendo percursos já realizados anteriormente e ampliando as buscas para as cidades de Guaíra e Mundo Novo (MS).

“Tem gente que nos disse que o viu por aquela região, então estamos indo para lá também, percorrendo principalmente abrigos e locais onde possamos encontrar andarilhos”, explicou Aparecida. Ela reforça que tem a esperança e a fé de que José Ambrósio está vivo e bem. “Pedimos que tem tiver qualquer informação nos ajude”, reforçou a dona de casa.

MEDO

“Me dá um desespero imaginar que ele pode esta ferido, com fome e sem saber como voltar”, disse. Aparecida contou que além da medicação de uso contínuo para o controle da doença, o tio já depende de ajuda para fazer coisas pequenas como comer e tomar banho. “E a memória dele é somente das coisas do passado”, disse.

SEMPRE EM FRENTE

De acordo com o vendedor Marcos Gilberto, amigo da família e que está auxiliando nas buscas, José Ambrósio só sabe andar para a frente. “Ele só caminha e segue em frente. Por isso, ele pode estar caminhando em cidades da região. Pedimos o auxílio de todos para encontrá-lo”, ressaltou.

SERVIÇO

Informações sobre o paradeiro de José Ambrósio podem ser repassadas pelos telefones 190 (PM), 193 (Bombeiros) ou 197 (Polícia Civil) ou para o telefone da família 99727-2052.Quando desapareceu José Ambrósio trajava camisa polo cinza, bermuda vermelha e chinelos e é morador do bairro Alto da Sanbra, em Iporã.