Policial

APELO

Em vídeo, irmã pede ajuda para encontrar jovem desaparecido

04/01/2019 15H59

PROCURA-SE Amigos se mobilizam em busca de homem desaparecido há 6 dias
Amigos e familiares estão em busca de informações sobre o suspervisor de vendas Tony Clayton Pereira, desaparecido na madrugada de sábado (29) (foto redes sociais)

Umuarama – Kelly Pereira, irmã do supervisor de vendas Tony Clayton Pereira, 35 anos, fez um vídeo que está circulando nas redes sociais, onde apela por notícias do irmão, desaparecido há sete dias, na região metropolitana de Maringá.

Ela relata que chegou em Maringá na quinta-feira a noite (3) e que a família está desesperada em busca de notícias de Tony Clayton. “Por favor, estejam me ajudando. Meu irmão é uma pessoa do bem, nunca fez mal a ninguém, e estou sem saber o que fazer. Peço que compartilhem esse vídeo para que um maior número de pessoas fique sabendo do desaparecimento do meu irmão”, afirmou.

Tony Clayton desapareceu na madrugada do último dia 29 de dezembro. A última localização do celular indica a rua Antonio Volpato, em Sarandi. Os dois celulares usados pelo supervisor estão desligados. Ele estava com seu carro, um Fiat Stillo prata, modelo esportivo, com placas de Cianorte.

MOBILIZAÇÃO REDES SOCIAIS

Desde a data do desaparecimento, amigos estão mobilizados nas redes sociais em busca de notícias. Na manhã de quarta-feira (3) foi registrado um boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil de Cianorte, onde o supervisor passou o natal com amigo.

Segundo o amigo e colega de trabalho Dyonathan Andrade, o supervisor é morador de Pérola, mas estava em Cianorte desde o natal, que passou na companhia de amigos. No sábado (29) deveria ter viajado para Votuporanga, no interior paulista, para visitar a mãe e a irmã. “Ele não chegou em Votuporanga. Acreditamos que não chegou a sair de viagem, pois uma amiga deveria ir junto”, explicou Andrade.

ÚLTIMO CONTATO

De acordo com ele, o último rastreamento via celular de Clayton ocorreu por volta das 3 horas de sábado (29), na rua Antonio Volpato, em Sarandi, na Região Metropolitana de Maringá. “Fomos até esse local, tem posto de combustível, hotel próximo, mas não conseguimos informações”, explicou Andrade.

Quando saiu, Clayton estava com dois aparelhos celulares: um pessoal e outro da empresa. O carro de Clayton, um Fiat Stilo sport, prata, com placas MFE-5154, de Cianorte, também não foi localizado. Ainda segundo o amigo, Clayton estaria com quase R$ 2 mil em dinheiro. “Como iria viajar, disse que preferia usar o dinheiro a usar o cartão de crédito”.

SEMPRE ONLINE

Segundo Andrade, essa é a primeira vez que Clayton desaparece. “Ele é muito responsável e comprometido com o trabalho. Não tem envolvimento com drogas, mora sozinho, não tem o hábito de sumir. Está sempre online e nunca desapareceu antes. São muitos dias sem contato para alguém que está sempre online. Já procuramos em hospitais, IML e nada”, explicou. Nenhum dos aparelhos celulares está ligado.

INFORMAÇÕES

Informações podem ser repassadas pelos telefones 197 da Polícia Civil, 190 da Polícia Militar ou pelo celular 99936-9139.