Região

Ivaté/Douradina

Em apenas 9 km, a PR-082 se transforma na nova rodovia da morte do Noroeste

22/07/2019 08H52

Em dois meses o trecho da rodovia PR-082, entre Ivaté e Douradina, registrou seis mortes no local, sendo que mais uma vítima atendida pelo socorro faleceu no hospital plantão. O número assusta e vem motivando a comunidade das cidades a realizar campanhas para conscientização; uma vez que os acidentes surgem com resquícios de imprudência, conforme a Polícia Rodoviária Estadual.

Segundo o comando do Posto da Polícia Rodoviária Estadual de Cidade Gaúcha, o sargento Geraldo Domingos Macedo, em 2018 no trecho foram registrados seis acidentes e seis óbitos. Porém, nos sete meses de 2019 foram contabilizados no mesmo percurso oito acidentes e seis mortes, sendo que a sétima vítima faleceu em atendimento no hospital de plantão.

No levantamento realizado pela reportagem do jornal Umuarama Ilustrado, os acidentes e mortes ocorridos em 2019 tiveram aumento entre junho e julho, após a via ser totalmente recapeada e sinalizada. “Acreditamos que 98% das ocorrências se deve pela falhar humana, pois a via está em perfeitas condições. Percebemos um conjunto de fatores que provocaram os acidentes: a imprudência, condutores sem CNH, excesso de velocidade e embriagues ao volante”, explicou sargento.

RELATO

O empresário e morador de Douradina, José Carlos, era patrão de Fabrício Paes Carlos, 18 anos, que faleceu nó último dia 13 na rodovia PR-082. Emocionado, José Carlos conta que Fabrício foi fazer um favor para um amigo, morador de Ivaté, e na volta ocorreu o acidente. “Ele era um jovem que não sabia falar não e sempre estava ajudando as pessoas. Ele era mais que um funcionário, era um amigo. O que está acontecendo aqui é muito triste”, disse.

O empresário ressaltou que os acidentes vêm ocorrendo, pois os motoristas não respeitam as sinalizações e as leis. “Depois que arrumaram a rodovia, as pessoas estão correndo igual uns loucos. Muitos estão dirigindo bêbados e o resultado é o que estamos vendo aqui, pessoas morrendo”, enfatizou.

CAMPANHA

Preocupados com a situação, moradores de Douradina instalaram uma faixa as margens da rodovia, como também, lembretes ao longo da pista para conscientizar os motoristas. O sargento Geraldo Domingos Macedo ainda ressaltou que empresas da cidade e a Polícia Rodoviária Estadual estão idealizando uma campanha de trânsito com o lema: “Eu Cuido da Vida do Outro Sim”. “Precisamos nos unir para mostrar aos motoristas, que cada um precisa fazer sua parte e com isso salvar vidas”, finalizou.