Policial

SEGURANÇA PÚBLICA

Começaram as obras de reforma na cadeia de Umuarama

10/10/2018 07H00

Começa reforma na cadeia pública de Umuarama
A reforma começou na terça-feira (9) e tem prazo de 180 dias para terminar

As obras de reforma na cadeia pública de Umuarama começaram na terça-feira (9). Há mais de um ano a obra era esperada, após o mini presídio ser parcialmente destruído em uma rebelião. A previsão é que esteja concluída em até 180 dias, segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura (SEIL).

Segundo a assessoria de imprensa da SEIL, a reforma será realizada pela empresa Medson Eli da Silva – ME, vencedora da licitação. Entre as principais melhorias estão: a impermeabilização da laje da parte administrativa; substituição das telhas, de algumas portas de ferro e concretagem do piso. Ainda segundo o informado, as instalações do esgoto serão refeitas, assim como a parte da rede elétrica das celas. O custo será de R$ 123 mil.

REBELIÃO E DESTRUIÇÃO

Desde a madrugada de 28 de setembro a cadeia pública de Umuarama está com uma de suas duas alas interditada após uma rebelião dos presos. O quebra-quebra começou após populares tentarem invadir e depredarem o complexo da 7ª SDP, com a prisão do matador e estuprador confesso da pequena Tábata Fabiana Crespilho Rosa, de apenas seis anos. 

Com capacidade para abrigar 64 presos, o local hoje é ocupado por mais de 260 homens amontoados em um espaço disponível para cerca de 30 pessoas.