Aragão Filho

13/09/2019

Coluna Aragão

13/09/2019 07H11

Escrito apenas ontem…

Leva-se muito tempo para não entender nada.

– Edward Dahlberg.

Ele disse:

Com todo o respeito ao ministro Paulo Guedes, só um canalha pode defender a volta da CPMF, que já foi IPMF e poderá ter o nome que tiver, mas continuará sendo sempre o imposto mais cruel, nocivo e indecoroso que se tem notícia.”

De Célio Heitor Guimarães.

Policromático

Não há sentido em ser exato se você nem sabe do que está falando…

O Insulto Diário

Augusto Aras, o novo procurador geral da República, declara no Senado que apoia a Lava Jato, “mas sem excessos”. Ele acredita no “tem que endurecer sem perder a ternura jamais”. Deve ser comunista. Ou mulherengo. Che Guevara pensava em política e sexo…

– No silêncio dos inocentes

Os caras tentam, um dia conseguem. Voltou a melodia da CPMF, o imposto do cheque. Que não tiraria pedaço de ninguém, seria até justo se viesse para substituir outros. Se persistir o silêncio dos inocentes, acaba aprovado…

– O problema é oral

Os médicos suspenderam a alimentação oral do paciente Jair Bolsonaro. Os pacientes brasileiros tiveram suspensa a alimentação pelos excessos orais do paciente Bolsonaro…

– Rogério Distéfano.

Loucademia

Sergio Moro vai criar Academia Nacional inspirada no FBI para treinar policiais civis e militares.

Quer dar mais qualidade aos serviços policiais.

Logo, deve haver melhora nos salários, posto que policial bem preparado deveria ganhar mais, pois não?

MP no rádio

O programa MP no Rádio apresenta na mais recente edição um tema cada vez mais atrelado ao relacionamento da sociedade com a internet e as redes sociais: os discursos de ódio veiculados nesse tipo de ambiente.

Afinal, qual o limite entre o comentário de “opinião” ou “piada” e o crime?

Como denunciar essa forma de violência e se proteger?

Para responder essas e outras questões, o programa recebe o promotor de Justiça Bruno Figueiredo Cachoeira Dantas, do Ministério Público do Paraná.

Imperdível pela atualidade.

O programa pode ser ouvido no próprio site do MPPR.

Dona Santinha

Hoje, sexta-feira, a Câmara de vereadores realiza homenagem que se justifica por uma montanha de razões, fazendo a entre do Título de Cidadã Honorária de Umuarama à cartorária Elvira Santos Moreira.

Quem conhece um pouquinho da história dessa mulher pioneira, aplaude e explica porque ela merece a honraria:

– Porque ela, entre tantas razões de merecimentos, é a Dona Santinha.

Ela é parte significativa da história de Umuarama.

Dona Elvira Santos Moreira, a ‘Dona Santinha do Cartório’ é pioneira de Umuarama

Concreto

Entre cria-não-cria nova CPMF, mais pente-fino no INSS, redução de jornada e de salário de servidor público, aumento de preços de tudo e desemprego que regride muito lentamente, de concreto mesmo é a disposição do governo para aumentar fundo eleitoral de R$ 1,8 bilhão para R$ 3,7 bilhões.

Os demais temas serão alvos de inúmeros escrutínios, com a participação do colégio de puros chamado Congresso.

Mas o fundo eleitoral, esse vai aumentar porque tem consenso…

Não é fácil consertar o Brasil…

Metafísico

Será que o atento e distinto público está anotando o crescente número de cidades que enfrentam problemas para abastecer de água os seus moradores?

Recado

Ricardo Barros deu apenas o recado ao presidente em nome de boa parte do Congresso:

– “Se precisar demitir o presidente, nós demitimos. Ele não pode demitir o Congresso. A palavra é nossa final, ele é que tem que querer estar de bem conosco. Se ele não quer, está ótimo para nós.”

Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça…

 

ANIVERSÁRIO

Em destaque na coluna de hoje o aniversário da jovem Carla Caroline Barbosa, filha do popular Qué Qué da Auto Escola Barbosa. Parabéns !