Dr. Eliseu Auth

Eliseu Auth

A nossa maior amiga

27/09/2021 21H04

“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”, dizia vovó, repetindo a sabedoria popular. Pois é. É sábio dizer, repetir e dizer de novo, verdades universais e coisas fundamentais para a nossa existência. Dizê-las tantas vezes quantas for necessário. Um dia, pode que a cabeça dura entenda.

De sempre, ouvimos que o cachorro é o maior amigo do homem. E não tem dúvida que ele é um grande amigo. Querido, amoroso e fiel. Mas, ninguém dentre as criaturas, é mais amigo que a árvore. E tem gente que não gosta dela. Mete fogo nas florestas, incentiva grileiros, açula garimpeiros ilegais que produzem desertos e degradação, junto com madeireiros irresponsáveis, tudo em nome de um falso progresso e da ganância de alguns que se lixam para o próximo e para a humanidade. Cabeça dura que não consegue entender que as coisas essenciais para a vida de todos nós, quem produz, garante e oferece de graça, é a árvore.

O ilustrado leitor do “Umuarama Ilustrado” sabe o bem que a árvore faz  ao homem e ao planeta. E não cobra nada. O professor já tratou disso no primeiro ano do ensino fundamental. Lá, ensinou que a árvore absorve a radiação solar, armazena carbono e produz oxigênio. Que mantém a umidade que evapora e forma as nuvens, produzindo chuvas. Que ela regula o clima e ameniza o aquecimento da terra. Nem é preciso dizer que fornece substâncias para medicamentos, dá frutas, flores, madeiras, sombra e sementes. Mas nós maltratamos, cortamos e queimamos as florestas para botar bois e expandir o agro-negócio. A ganância terá bois e não terá pasto, plantará e não colherá por falta de chuvas. É preciso respeitar a árvore, não só no dia 21 de setembro. O lamentável é que o governo federal faz ouvidos moucos a tudo isso. Na contramão da história permite a maior destruição florestal já vista por aqui. Deveríamos ir às ruas, não para ameaçar a Democracia, exibir armas e atacar o Supremo, mas para exigir mais uma CPI: a da crise hídrica e da gestão ambiental do governo Bolsonaro. Aí veríamos às claras, os malfeitos e os desmandos contra a nossa maior amiga.  

(Eliseu Auth é promotor de justiça, atualmente advogado).