Vida e Cultura

Relembrando

A eterna “Escolinha do Professor Raimundo”

04/01/2021 16H48

Foto: Talvez um dos personagens mais conhecidos de Chico Anysio seja o Professor Raimundo, que tanto sucesso fez na “Escolinha” comandada pelo eterno humorista / Arquivo GB Imagem

Como o professor Raimundo Nonato, Chico Anysio comandou a “Escolinha do Professor Raimundo” no rádio e na televisão brasileira. Na Rede Globo, o quadro foi apresentado dentro dos programas “Chico City”, em 1973, e “Chico Anysio Show”, em 1982, quando a sala de aula passou a ser formada por mais de 20 alunos. De 1990 a 1995, o humorístico se tornou um programa independente, garantindo espaço para talentos da velha guarda e revelando grandes nomes do gênero que interpretavam personagens como Dona Catifunda (Zilda Cardoso), Capilé (Tim Rescala), Rolando Lero (Rogério Cardoso) e Dona Cacilda (Cláudia Jimenez).

Os grandes diferenciais do humorístico eram o clima informal e o improviso, características marcantes do humor de Chico Anysio. Os atores recebiam apenas seus próprios textos e, assim como os telespectadores, não sabiam as falas dos companheiros, surpreendendo-se com as piadas e brincadeiras. Como Chico Anysio era o único que sabia o texto completo, mudava as perguntas em cima da hora, divertindo também os atores e toda a equipe de produção do programa. Em 1999, a “Escolinha do Professor Raimundo” passou a ser exibida como um quadro do “Zorra Total”. Sua última temporada ficou no ar de março a dezembro de 2001.

Chico Anysio faleceu no dia 23 de março de 2012. O humorista Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, tinha 80 anos. Nascido em 12 de abril de 1931, em Maranguape, no Ceará, o humorista era de família rica, seu pai era dono de uma empresa de ônibus e tinha cinco filhos. Um incêndio na garagem dos ônibus mudou o destino da família, que perdeu todo o patrimônio para o fogo. Aos oito anos, Chico pegou um navio em Fortaleza e se mudou com os parentes para o Rio de Janeiro. Tímido, apaixonado por futebol e torcedor do Vasco, sonhava em ser jogador, como todo menino. Mas o destino lhe reservava mais uma surpresa. Um dia, deixou de ir para um jogo com os amigos para acompanhar a irmã Lupe em um teste na Rádio Guanabara. Fez dois testes e foi aprovado em ambos: rádio-ator e locutor.

Sua facilidade em imitar vozes o levou para os programas de calouros. Em setembro de 1947, ganhou o primeiro lugar no programa “Papel Carbono” na Rádio Nacional. Depois de colecionar inúmeros primeiros lugares em programas do Rio de Janeiro e de São Paulo, Chico Anysio não era mais aceito nas competições. Em 1949, a Rádio Guanabara descobriu seu talento e ele atuou ao lado de grandes humoristas como Grande Othelo e Haroldo Batista, um dos primeiros a acreditar na vocação de Chico. Foi Haroldo quem o levou para a Rádio Mayrink. E foi nessa rádio que surgiu o Professor Raimundo, um dos mais famosos personagens de sua carreira.

O Professor Raimundo entrou para o programa “Balança, Mas Não Cai” da Rede Globo e lançou grandes nomes do humor brasileiro como Zilda Cardoso, Mussum, Zacarias, Castrinho, Tom Cavalcante, Heloísa Perrise, Ingrid Guimarães e Claudia Rodrigues, entre outros. E foi também o resgate de importantes humoristas como Brandão Filho, Walther D’Avila, Costinha e do próprio Grande Othelo.

A “Escolinha do Professor Raimundo” é exibida de segunda a sexta, às 20 horas no canal pago Viva.

“E o salário oh!!!”, bordão eterno do Professor Raimundo, fica na mente de fãs de todas as idades.