Aragão Filho

12/11/2021

Vozes do paraná

12/11/2021 05H29

Jornal Ilustrado - Vozes do paraná

Newton Bonin recebeu homenagem nesta quarta-feira, dia 10, no lançamento da 12ª edição do livro “Vozes do Paraná”, importante trabalho do jornalista político Aroldo Murá e de sua equipe.

O projeto editado pelas editoras Bonjuris, Esplendore e Alma Mater retratará a carreira de paranaenses que fazem a história do Paraná de hoje como: Guto Silva, Dino Almeida, Fundação MUDES, Ilana Lerner, Jubal Dohms, Julio Cezar Rodrigues, Júlio Militão, Leonardo Petrelli, Marden Machado, Michel Micheleto, Newton Bonin, Newton Stadler de Souza e Rosana Andriguetto.

Aliás, Newton Bonin e Guto Silva passaram boa parte do tempo conversando sobre a política no Paraná e, em especial, a política na região Noroeste.

Justa homenagem

Jornal Ilustrado - Vozes do paraná

O Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) homenageou soldado Andrich, do Pelotão de Umuarama. A justa homenagem ocorreu porque no dia 28 de outubro o policial salvou uma criança que estava se afogando na piscina de um clube da cidade, durante a sua folga.

Na ocasião também foram homenageados com entregue de medalhas de Mérito da Fronteira ao juiz federal Wesley de Oliveira e ao procurador do Trabalho Diego Jimenez Gomes.

Essa medalha busca reconhecer pessoas e entidades pela contribuição as ações do BPFron. No evento foi realizado a cerimônia de Policial Destaque do Mês sendo homenageado o 1ºSargento Edson.

Compareceram ao evento, realizado em Umuarama, o Comandante do BPFRON Tenente-Coronel André Cristiano Dorecki e o Subcomandante do BPFRON Major Divonsir.

Escrito apenas ontem…

A maioria das pessoas preocupa-se com passagens da Bíblia que não entende, mas as que me preocupam são as que eu entendo.

– Mark Twain.

Papo rápido

– Neste Natal quero uma roupa nova, bonita e de boa grife…

– Não sei por que, o Papai-Noel usa a mesma roupa todo ano e continua na moda…

Casteladas

Bons tempos aqueles da madeira de lei, hoje na Amazônia é tudo por fora.

– Carlos Castelo.

Bomba

O Delegado Francischini postou no Twiter que a Assembleia Legislativa vai virar mídia nacional.

Não disse se positiva ou negativamente.

Mas deu a dica que envolveria a TV Assembleia.

Essa história vem desde

Papo rápido

– Bolsonaro disse que agora, com observadores militares, passou a confiar mais no voto eletrônico…

– É tarde, o voto eletrônico é que não confia mais nele…

Das redes

Todo mundo quer apoiar a indústria nacional, mas ninguém quer comprar um notebook da Positivo…

Presidente

Neste momento é Senado o presidido pelo ex-jogador Romário.

O baixinho fica no cargo até o próximo dia 16, quando o presidente Rodrigo Pacheco retorna da COP-26, a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

Se pelo menos Romário pudesse aplicar um drible matador na falta de compromisso com o Brasil de boa parte dos senadores já estaria de bom tamanho a sua interinidade.

Metafísico

Será o fim do Moro privilegiado?

Ele disse:

Mas, se eventualmente eu não sou a melhor pessoa para discursar, posso assegurar que sou alguém em que vocês podem confiar. A vida pública me testou mais de uma vez, como juiz da Lava Jato e como ministro da Justiça. Vocês conhecem a minha história e sabem que tomei decisões difíceis e que nunca recuei do desafio, nem repudiei meus princípios para alimentar ambições pessoais. Por isso, peço atenção às minhas palavras, muito além da minha voz.”

De Sérgio Moro, no discurso de filiação ao Podemos, em Brasília, ao afirmar que o Brasil não precisa de líderes que tenham voz bonita, precisa de líderes que ouçam a voz do povo brasileiro.

Imortal

Depois da atriz Fernanda Montenegro se tornar imortal, chegou a vez de Gilberto Gil costear o alambrado da Academia Brasileira de Letras.

A Academia, segundo os críticos, deixou de ser séria, virou um agrupamento de escritores conformistas e políticos poderosos e vaidosos.

Nunca abriram espaço para grandes escritores como Lima Barreto, Monteiro Lobato, Carlos Drummond de Andrade, Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Caio Prado Júnior, Graciliano Ramos, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Vinícius de Moraes, Erico Verissimo, Mário Quintana e Paulo Leminski

Mas são imortais José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, o médico Ivo Pitanguy, cirurgião plástico, o inventor Santos Dumont, que apesar de suas grandes contribuições científicas, não se dedicava à produção literária.

Ah, mas Merval Pereira, da Rede Globo, é imortal, assim como Roberto Marinho, fundador da emissora.

Nós podemos

Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato, vai se filiar à sigla em dezembro e é pré-candidato à Câmara e, segundo o senador Álvaro Dias, “fará uma votação histórica para deputado federal no Paraná”.

Porém, pelo noticiário, o ‘sistema’ opera para que não seja sequer candidato.