Umuarama

ALIMENTAÇÃO

Você sabe como escolher a ração do seu animal de estimação? Veja as dicas do PET Ilustrado

10/08/2020 09H19

A alimentação é o ponto de partida para uma boa manutenção da saúde e com os pets a situação não é diferente. Por isso, a escolha de uma ração balanceada com nutrientes e vitaminas para suprir a necessidade de acordo com a raça, porte e idade é essencial. O jornal Umuarama Ilustrado conversou com profissionais do setor de venda de ração para cães e gatos, que deram dicas sobre o assunto.

Segundo os entrevistados, os cães e gatos precisam de nutrientes como aminoácidos provenientes das proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas, minerais e água. Por isso, é importante a escolha da ração. “Ha muito tempo existia uma ração para todos os cachorros, mas o mercado viu a necessidade de ver o animal como único e desenvolver rações específicas para a necessidade de cada grupo. Hoje temos rações para raças pequenas adulto e filhotes, castrados, problemas de pele, sênior, raças médias, grandes entre outras”, disse Erick Zacardi, proprietário da Agro e Pet.

Desta forma ao comprar o alimento do animal é preciso ficar atendo as necessidades nutricionais. A primeira dica do consultor Álvaro Medeiros, também da Agro e Pet, é ficar atento a idade do cão, raça e porte. “É preciso entender a fase da vida do animal. Existe ração para os filhotes que precisam de mais energia. Como também é bom observar a raça, o peso e o tamanho do animal. Assim, ele tende a receber a quantidade e os nutrientes que atendem suas características individuais”, explicou.

As rações também são classificadas em básicas, padrão, premium e super premium. A diferença entre esses tipos não está nos rótulos, mas na qualidade e na fonte de ingredientes. “Além da classificação, o ideal é o tuto do animal olhar a tabela nutricional da ração que fica no verso do saco. No saco da ração tem as quantidades que devem ser ministrada para os animais, peso e suas necessidade nutricionais diárias”, disse Zacardi.

Observe o pelo do cão

Após escolher um tipo e uma marca, fique atento às fezes, se ele é ativo, à pelagem e se ele continua comendo bem. Quando o alimento tem baixa qualidade, a primeira coisa que muda é o pelo, que fica seco e quebradiço.

Doença e terâpias

Seu cão tem algum problema de saúde? Saiba que existem rações terapêuticas e específicas para animais obesos, diabéticos, alérgicos, cardiopatas, nefropatas, com problemas nos tratos urinário e gastrointestinal, por exemplo. No entanto, só devem ser utilizadas se forem indicadas por um médico veterinário. “Animais com questões de saúde, como problemas renais, alergias, problemas de estômago e cachorros obesos. Para cada situação existe um alimento para ajudar na melhoria de vida desses animais”, falou Medeiros.