Região

INCENTIVO AOS JOVENS

Vereador de Iporã, o mais jovem do Brasil, é o destaque do TRE-PR no prêmio Innovare

30/08/2021 21H43

Vereador em Iporã, Leo Flores, virou exemplo de jovem na política, e bem sucedido ago0ra na Câmara Municipal

Um dos projetos mais bem sucedidos para aproximar os adolescentes e jovens da política e da administração pública é o Parlamento Jovem. E a cidade de Iporã foi uma das pioneiras neste projeto difundido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná. Já em 2017 o Colégio Estadual da cidade abriu as portas para a iniciativa que envolveu alunos e professores. Um dos líderes na época foi o estudante Leonardo Flores dos Santos, que já acompanhava a política na família desde pequeno e mergulhou no projeto que aumentou a projeção dele e, no ano passado foi eleito vereador da cidade, o mais jovem vereador do Brasil.

A trajetória do vereador Leo se confunde com o Parlamento Jovem. Quando foi implantado no Colégio Estadual, ele fez intensa campanha entre os estudantes e acabou eleito como o segundo mais votado. Além dele, a escola elegeu outro vereador e duas vereadoras. Esse pessoal teve mandato de um ano. Hoje o projeto já não funciona em Iporã, mas tem várias outras cidades pelo Paraná, onde o Parlamento Jovem continua dando muitos resultados positivos.

O TRE informa que a finalidade é aproximar o jovem do processo eleitoral e livrá-lo das fake news e desinformações. Também estimula o conhecimento sobre o funcionamento do Poder Legislativo e ajuda a pensar em soluções para os problemas das cidades.

Na escola onde funciona o Parlamento Jovem, o procedimento é exatamente igual ao de uma eleição normal. São seguidas todas as etapas do processo. Inicia com a filiação partidária dos alunos, depois vem a convenção onde cada partido escolhe um candidato, depois o registro das candidaturas, em seguida a campanha eleitoral com as propostas dos candidatos, depois tem o dia da eleição, em seguida é anunciado o resultado. Passados alguns dias tem a diplomação dos eleitos e por fim a posse.

Com mandato de um ano, os eleitos precisam contar com a parceria da Câmara Municipal da cidade para fazer visitas, acompanhar as sessões e a tramitação dos requerimentos, indicações e elaboração de projetos de lei, entre outros atribuições do Legislativo. Ao final, o vereador mirim (jovem) deve elaborar e apresentar também um ou mais projetos de lei com melhorias para a cidade. A proposta funciona como uma sugestão aos vereadores do município.

O problema hoje em dia é que muitas pessoas acabam não se sentindo representadas pelos políticos eleitos, além de estarem insatisfeitas com a atuação dos mesmos, devido a casos de corrupção e falta de respostas aos pleitos da sociedade. Com o projeto, os alunos entre o sétimo ano do ensino fundamental e o segundo ano do ensino médio participam das decisões dos vereadores, se interessando desde cedo pela política e atuando como uma importante voz da comunidade.

PROJETO BUSCA O INNOVARE

O sucesso do projeto é tamanho que o TRE está concorrendo com ao Prêmio Innovare, um dos mais importantes do País. O TRE-PR participa com oito práticas e concorre na categoria Tribunal com o projeto Parlamento Jovem, onde o vereador Leo de Iporã se tornou um tipo de modelo e garoto propaganda, já que foi participante do projeto e agora é o vereador mais jovem do Brasil. A premiação foi criada com o objetivo de identificar, divulgar e difundir ações que tornam a Justiça mais ágil e acessível à população.A 18ª edição está na fase de entrevistas, nas quais os consultores da premiação visitam as práticas aprovadas e elaboram um relatório que será apreciado pela Comissão Julgadora.