Umuarama

Empreendedorismo

Umuaramense transforma paixão por cogumelos em negócio lucrativo

09/05/2022 11H02

Jornal Ilustrado

Em comparação com países orientais e até europeus, o consumo de cogumelos no Brasil ainda é tímido, porém a procura vem crescendo. Observando este mercado, Bruno Vieira transformou seu passatempo em negócio. Hoje com parcerias espalhadas pelo País, o umuaramense atua na venda do produto para comunidade local, insumos para produtores e o mais novo produto: o Kit para quem quer produzir o cogumelo em casa.

A produção é feita em Umuarama, junto com seu irmão Tiago Vieira, e segundo Bruno foram anos até chegar no modelo de negócio atual e que vem dando certo. Ele conta que o interesse pelos fungos veio com o gosto pela comida oriental e no começo, um amigo que já atuava na área o ajudou repassando conhecimento.

“Hoje produzimos do zero, vendemos genética, blocos, sementes, os cogumelos medicinais, comestíveis e extrato. Agora temos o kit, que é feito em parceria com a Kamila Krinski de Guarapuava. As pessoas que tem a curiosidade de ver de perto a produção de cogumelos agora terão essa opção com o nosso kit, que surgiu para proporcionar a experiência de consumir um produto mais fresco possível”, explicou Bruno Vieira.

Jornal Ilustrado

A diversificação do negócio foi a solução que Bruno achou para passar pelo período da pandemia, em que restaurantes e mercados fecharam às portas. “A paixão pelo cogumelo mudou minha vida, de vendedor de óleo para produtor e empresário do cogumelo. Fiz cursos, me aprimorei, montei laboratório e o negócio começou crescer, até a pandemia chegar. Mas em meio aos problemas encontrei novos caminhos e o negócio voltou a caminhar. Sou formado em Administração e isso ajudou a observar o problema e buscar a solução”, noticiou.

A empresa umuaramense ainda tem muito que crescer, ressaltou o entrevistado, porém, ele se sente realizado. “Nem cheguei onde quero, mas tô bem realizado. A empresa está caminhando do jeito que gostaria e com uma visão de futuro”, finalizou.

Vendas e Kit

As vendas dos cogumelos ocorrem nas feiras do produtor de Umuarama e na empresa Nipomania, já o kit começa a ser vendido nas feiras a partir do dia 15 deste mês e também pelo Instagram da Fungitake e NatuFunghi.

“Na caixa contém um pacote com 2kgs de substrato colonizado. Um spray pra você manter a umidade do substrato, um card com as instruções de uso e de brinde um adesivo surpresa, nesse primeiro lote ainda temos: Shimeji branco e Hiratake Salmão”, explicou.

Jornal Ilustrado

BRASIL

O mercado mundial de cogumelos movimenta 35 bilhões de dólares. Estimativas apontam para um crescimento de 9 a 12% no volume comercializado em 2021. No Brasil, a maior produção de cogumelos está concentrada no estado de São Paulo, onde aproximadamente 500 produtores movimentam R$ 21 milhões. De acordo com a Associação brasileira de produtores de cogumelos (ABPC), a produção no Brasil gera em torno de 3 mil empregos diretos.

Embora o produto ainda não faça parte do dia-a-dia da mesa dos brasileiros, os benefícios nutricionais e medicinais dos cogumelos comestíveis alimentam o interesse da população nestes produtos.

Enquanto em países asiáticos o consumo anual pode chegar a 8 quilogramas por habitante, no Brasil este consumo representa 160 gramas por pessoa por ano. Em 1996, o brasileiro consumia em média 30 gramas de cogumelos por ano, ou seja, cinco vezes menos do que é consumido hoje.