Umuarama

MAIS SEGURANÇA

Umuarama vai dobrar número de pontos da cidade monitorados por câmeras

06/04/2022 16H21

Jornal Ilustrado

O diretor da Guarda Municipal, inspetor Valdiney Rissato, e o secretário municipal de Segurança, Trânsito e Mobilidade Urbana, Elizeu Vital da Silva, estão discutindo o plano de distribuição de novas câmeras de monitoramento do tráfego do perímetro urbano de Umuarama. Eles avaliam um projeto com o qual o município pretende ampliar o número de pontos monitorados pelas forças de segurança pública, o que permitir ampliar e melhorar o serviço prestado.

Pelo menos mais 13 câmeras serão instaladas em pontos considerados estratégicos. As imagens geradas com as câmeras atuais são compartilhadas com a Polícia Militar em tempo real e disponibilizadas para outras instituições de segurança pública. “Vamos ampliar essa oferta de imagens e locais monitorados, conforme determinação do prefeito Hermes Pimentel”, disse o secretário Vital. O investimento é estimado em R$ 250 mil.

Para o prefeito, a parceria da Guarda Municipal com as demais forças de segurança atuantes é extremamente importante para garantir mais proteção à população. “A licitação está encaminhada e acredito que em pouco tempo poderemos dobrar o número de câmaras de monitoramento. Temos 12 hoje e estamos adquirindo mais 13 equipamentos, totalizando 25. São mais pontos de observação para aumentar o nível de segurança e dar um pouco mais de tranquilidade à população”, apontou Pimentel.

O secretário Vital explicou que o aumento no número de câmeras permitirá ‘cercar’ mais áreas da cidade com o monitoramento constante, que é feito 24h por uma equipe na central da Guarda Municipal e compartilhado com a Polícia Militar e a Polícia Civil. “Além disso, temos na cidade vários semáforos com câmeras dotadas de OCR, um sistema que permite a leitura das placas de carros, motos, caminhões e ônibus no momento em que passam por esses pontos”, afirmou.

Em caso de alerta de furto ou roubo um sinal sonoro é disparado na central da Guarda e na PM. “Isso tem ajudado a polícia a investigar rotas utilizadas após a prática de crimes e também a recuperação de veículos e motos furtadas ou roubadas. Com a ampliação do sistema vamos reduzir os pontos ‘cegos’ para entrada e saída da cidade, contribuindo para o combate à criminalidade”, completou o secretário.