Umuarama

Trabalho

Umuarama começa a contratação de funcionários temporários

17/11/2021 09H11

A Agência do Trabalhador de Umuarama anuncia que o período para a contratação de trabalhadores temporários começou e com as vagas vem a oportunidade de conquistar a efetivação do emprego com carteira assinada. Na agência são 12 vagas disponíveis, mas as grandes lojas de Umuarama já contrataram e pretendem contratar mais.

O gerente da Agência do Trabalhador, Reginaldo Barros, informou que empresas já estão abrindo vagas e a partir desta segunda quinzena do mês, a tendência é aumentar a oferta do emprego temporário. “Hoje temos 12 vagas para temporários na Agência do Trabalhador. Entretanto, com a movimentação de pessoas aumentando em Umuarama, devido a redução dos casos da covid-19, até o fechamento da segunda quinzena do mês esse número deve aumentar consideravelmente”, informou.

Para 2021, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) informou que a expectativa é de mais de 94,2 mil vagas no Brasil para atender o movimento sazonal de fim de ano. Caso a previsão seja confirmada, essa será a maior contratação de temporários desde 2013. A previsão é de que as vendas deverão crescer 3,8% no Natal.

CONTRATAÇÕES

Emiliane Cesar, gerente de loja, conta que já contratou sete funcionários temporários e a intenção é buscar mais colaboradores devido ao aumento nas vendas a partir da segunda quinzena do ano. “As vendas vem crescendo e contratamos para dar a oportunidade para quem não tem experiência passar por treinamento. Como o fluxo de clientes vem aumentando e a expectativa de venda para o fim do ano é boa, vamos contratar mais pessoas. Para se ter ideia, no ano passado contratamos apenas quatro temporários”, disse.

Um dos contratados é Andrei Prado e segundo o entrevistado, ele trabalhava com venda de calçados há cinco anos e decidiu voltar por ser uma oportunidade boa de renda. “Vim para ganhar dinheiro neste fim de ano, mas principalmente para mostrar serviço e ser efetivando. O setor é uma excelente área e com potencial de crescimento”, disse.

Seguimentos

Conforme pesquisa da CNC, os segmentos que vão concentrar a maior parte das contratações no Brasil são vestuário (57,91 mil) e hiper e supermercados (18,99 mil), que vão responder, juntos, por mais de 80% das vagas a serem criadas.

O ramo do vestuário é o mais impactado pelas vendas de final de ano, que quase dobram na passagem de novembro para dezembro. É esse ramo que tem também um leque amplo de tíquetes médios, o que acaba favorecendo esse segmento.

De acordo com a CNC, enquanto o faturamento do varejo como um todo cresce em média 34% na passagem de novembro para dezembro, no segmento de vestuário o faturamento costumam subir 90%.

Nas lojas

As contratações vão se concentrar na função de vendedor, com 49%, para dar conta do fluxo adicional de consumidores durante o Natal e festas de fim de ano. Também devem ser criadas vagas temporárias para atendente geral (12,6%), estoquista (9,8%) e caixa (9,8%).