Região

DETERMINAÇÃO

Tapira faz trabalho exemplar contra a dengue e zera número de casos

11/10/2019 11H26

Várias ações de limpeza tem sido realizadas na cidade

Tapira – Depois de registrar centenas de casos de dengue nos anos de 2014, 2015 e 2016, o município de Tapira tem agora os menores índices da doença. A coordenadora de Endemias e Vigilância Ambiental da Prefeitura, Alessandra Monteiro, atribui a queda brusca nos números ao trabalho intenso de prevenção feito no município nos últimos três anos. Nos anos de 2017 e 2018, nenhum caso foi registrado. Em 2019, os três casos foram de pessoas que teriam contraído a doença em outra cidade (importado).

O prefeito Claudio Sidiney de Lima diz que desde o início da atual gestão determinou prioridade na área da Saúde para, além de prestar atendimento de qualidade aos moradores, a meta sempre foi a prevenção. E como a dengue estava aterrorizando a população, esse foi o alvo desde o começo.

Por meio de um trabalho intenso que envolve os agentes de endemias, agentes de saúde, pessoal da limpeza pública e do pátio, entre outros, mutirões de limpeza e prevenção são realizados com frequência. E ocorre também o trabalho de conscientização por meios das redes sociais, panfletos, nas escolas, igrejas e outros segmentos da sociedade. “Houve uma mobilização total na cidade e os resultados estão ai para todos verem”, diz Alessandra.

Uma das moradoras a sofrer com a doença foi a servidora pública Neusa Siqueira que trabalhava na limpeza. Hoje ela é agente de endemias e diz que procura ajudar as outras pessoas a não passarem pelo que ela passou quando foi vítima da dengue. “Foram dez dias terríveis de cama e com muito dor por todo o corpo”, diz. Ela e a maioria da população de Tapira foi atingida pela dengue 1 e agora o temor e surgir novos casos na cidade porque pode surgir a dengue 2, que é mais grave. Por isso, toda a cidade está unida para manter a limpeza geral em dia e deixar a dengue bem longe.

Para o prefeito Cláudio, além do trabalho exemplar da Saúde, toda a comunidade deve colaborar. “É preciso eliminar os criadouros, mantendo os quintais sempre limpos porque a melhor receita é a prevenção”, comenta. O prefeito garantiu ainda que a administração municipal está dando total apoio para manter os números de casos e de infestação dentro do aceitável.