Umuarama

Sessão Extraordinária

Votação para doação do terreno da casa de custódia é marcada

26/10/2018 10H14

O projeto de lei de autoria do Executivo para doar imóvel de propriedade do Município ao Governo do Estado do Paraná, com a finalidade de construir uma casa de custódia será votado em duas sessões extraordinárias. A primeira na próxima segunda-feira (29) e a segunda no dia 1 de novembro, ambas às 19 horas.

O assunto vem gerando protestos dos moradores do Parque das Jabuticabeiras, Primeiro de Maio, 28 de Outubro, Flamboiant e bairros adjacentes, região onde a casa de custódia será construída, caso os vereadores aprovem o projeto.

A promessa da comunidade é lotar a Câmara de Vereadores nos dias das sessões extraordinárias, visando pressionar os vereadores para votação contrária ao projeto do poder Executivo.

Moradores

O comerciante Ademar Rodrigues Fêlix, morador do Parque das Jabuticabeiras há 28 anos e um dos organizadores da manifestação afirmou e enfatizou que a comunidade é favorável a construção da Casa de Custódia, mas questiona a escolha do local sem qualquer discussão prévia com a comunidade.

“Nós moramos aqui. Temos que ser ouvidos. O Parque das Jabuticabeiras sempre foi um bairro discriminado pela comunidade. Nos últimos quatro anos essa visão tem mudado. Hoje temos moradores que atuam em todas as profissões e a instalação desta Casa de Custódia vai nos prejudicar novamente. Nós é que seremos atingidos diretamente”, explicou.

O Projeto

Com sete artigos, o texto autoriza a cessão de um terreno de 20 mil m², avaliado em R$ 2 milhões, para que o governo do Estado efetive a construção da unidade prisional.