Umuarama

CORONAVÍRUS

Secretaria de Estado da Saúde desativa 25 leitos de enfermaria covid-19 em Umuarama

01/10/2020 17H16

Com a redução no número de casos de covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, e a queda na ocupação de leitos hospitalares, a Secretaria de Estado da Saúde decidiu desativar 25 dos 40 leitos de enfermaria habilitados para pacientes positivos ou com suspeita de infecção pelo coronavírus na região de Umuarama.

Os ofícios foram encaminhados aos hospitais Cemil e Uopeccan na última semana e para a decisão, o governo considerou a redução de casos em todo o Estado, a taxa de ocupação em baixa – tanto na cidade quanto na macrorregião Noroeste – e a Deliberação CIB 143/2020, que define os critérios para ativação e desativação de leitos exclusivos para Covid-10 no Paraná.

Com isso, a partir desta quinta-feira a região de Umuarama (21 municípios) passa a dispor de 20 leitos de UTI e de 15 leitos de enfermaria, exclusivos para Covid-19.

NOVOS CASOS

Três homens de 35, 36 e 70 anos e uma mulher de 27 anos são os quatro casos de covid-19 confirmados pela Secretaria de Saúde Municipal em Umuarama, nestA quinta-feira (01).

Com as quatro confirmações de hoje, Umuarama passa a ter 1.158 pessoas contaminadas pelo coronavírus desde o início da pandemia, das quais 1.012 já estão recuperadas e 18 morreram. Há ainda 120 positivados em isolamento domiciliar, três pacientes internadas em unidades de terapia intensiva (UTI) e cinco em enfermaria.

Além desses casos, a Secretaria de Saúde acompanha 90 pessoas com suspeita de infecção, com uma delas internada em enfermaria e as demais isoladas. Já foram descartadas 4.722 suspeitas do total de 5.970 notificações registradas até o momento.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

Nesta quinta-feira a ocupação de leitos de UTI Covid estava em 25% – com cinco pacientes internados e 15 leitos livres. Já nas enfermarias, com a redução do número de leitos a taxa de ocupação aumentou bastante (para 66%) embora o total de pacientes esteja próximo do registrado no dia anterior. Havia 10 pessoas hospitalizadas e cinco leitos livres.