Cotidiano

DURANTE ROUBO

Roubo termina com dois mortos em confronto em Tapejara, diz PM

14/07/2021 16H38

O confronto teria ocorrido durante um assalto a residência na área central de Tapejara (Foto Valério – Cianorte)

Dois homens morreram após trocarem tiros com policiais militares durante a noite desta terça-feira (13), na avenida Antônio Shimith Villela, na área central de Tapejara, segundo a Polícia Militar. A situação teria começado após um policial militar tentar evitar um assalto a uma residência. A dupla chegou a ser socorrida até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas entraram em óbito durante o atendimento. Os três policiais envolvidos não se feriram.

O confronto

Segundo a PM, “um policial de folga foi informado sobre o assalto a residência de alguns conhecidos. Ele foi ao local e pediu reforço e deslocou em frente a residência onde se abrigou. Pouco antes do apoio chegar, o PM de folga teria avistado dois homens armados, já com alguns pertences, saindo do imóvel, momento em que o PM se identificou, e logo em seguida os marginais efetuaram disparos de arma de fogo em direção ao PM, tendo o policial revidado e com apoio da equipe de serviço que chegando no local, balearam os dois marginais, os quais estavam armados com 01 pistola 9mm e 01 revólver cal. 32”, consta em nota emitida pela Polícia Militar.

No local os policiais apreenderam celulares e armas (foto divulgação Polícia Militar)

Reforço

Os dois homens, de 24 e 18 anos foram socorridos, mas morreram pouco depois. Ainda segundo a PM houve apoio de equipes dos destacamentos de Tuneiras e Cruzeiro do Oeste, “mas diante da insegurança do local e chegada de curiosos e pessoas suspeitas foi necessário que a guarnição de serviço recolhesse o armamento deixando em local seguro”.

Segundo a PM, uma das vítimas do assalto chegou a ser levada para atendimento médico após receber coronhadas dos criminosos.

Os suspeitos

Ainda segundo a PM, um dos assaltantes, de 24 anos, seria natural de Querência do Norte e fugido há menos de um mês da cadeia pública de Loanda. O suspeito tinha passagens por roubo; tráfico de drogas; ameaça e desacato e estaria com 3 mandados de prisão em aberto, sendo dois por tráfico e um por latrocínio. O segundo suspeito morto, de 18 anos seria natural de Tapejara e sem passagens pela polícia.