Esportes

ATRITO

Reincidente, Deyverson volta a irritar Felipão

04/02/2019 14H48

Três dias depois de ter prometido ser “mais cabeça”, Deyverson mostrou que ainda não colocou em prática sua promessa. No Dérbi de sábado, em que o Corinthians venceu por 1 a 0, em pleno Allianz Parque, o camisa 16 acabou expulso aos 42min do segundo tempo -ele havia entrado aos 14min- por cuspir em Richard, volante do rival.
O episódio levará o palmeirense ao banco dos réus do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, possivelmente no dia 11 deste mês e pode pegar de 6 a 12 jogos de suspensão.
Contrariado, o técnico Luiz Felipe Scolari disse que vai bater outro papo com seu atacante. “Vou conversar com ele. Eu não sei o que houve. Vi uma falta, e não sei o que houve depois. Se a arbitragem expulsou, está bom, ela estava ali”, disse o gaúcho, após o clássico.
Felipão deixou claro que condena a atitude e disse que é preciso ter respeito pelos adversários.
“Se foi isso [cusparada], foi bem expulso. Isso é o mínimo que o árbitro poderia fazer. Se foi isso tem que ser expulso não uma vez, mas três vezes”, afirmou Felipão.
Após o jogo, o palmeirense admitiu o erro, disse que “perdeu a cabeça” e se desculpou nas redes sociais.
Não é a primeira vez que Deyverson se envolve em polêmicas em Dérbi. No último encontro com o Corinthians, o atacante, autor do gol que garantiu a vitória alviverde, deu uma piscadinha em direção ao banco de reservas do rival -houve um início de tumulto por causa disso. (Folhapress)