Umuarama

#FICAEMCASA

Redução no isolamento social e festas preocupam a Saúde pública de Umuarama

12/05/2020 08H40

live-pozzobom-umuarama

Em apenas três dias Umuarama teve aumento de 20 suspeitos para Covid-19. Porém, mesmo a cidade apresentando casos confirmados a baixo dos demais municípios, do mesmo porte, a conduta de muitos umuaramenses vem preocupando a Secretaria de Saúde Municipal. Festas, churrascos, aglomerações em casas, bares e chácaras podem gerar agravamento na disseminação da doença e levar o município a endurecer as medidas de prevenção.

Na manhã de ontem o prefeito Celso Pozzobom realizou uma live no Facebook e ressaltou a preocupação com o crescente abandono ao isolamento social, que alguns umuaramenses vêm praticando. O prefeito lembrou que não é o momento para festas, reuniões de amigos ou qualquer tipo de aglomeração. “A pandemia lá fora está levando grandes resultados negativos. No Brasil também já temos exemplos disso. Não chegamos no pico de contaminação da população e se as festas continuam acontecendo temos o pior para o nosso município”, alertou.

Celso ainda parabenizou os cuidados que comércios e indústrias veem realizando na prevenção, mas lembrou que o problema começa depois das 18 horas. Segundo o prefeito, o município dispõe de 20 agentes monitorando os casos suspeitos e se os números da Covid-19 aumentarem, o município não vai conseguir acompanhar os casos e os hospitais não conseguirão atender os doentes. “Por isso temos que cumprir as orientações dos órgãos de saúde, pois se perdermos o controle da doença a culpa será do prefeito e do desembargador que decidiu por deixar o comércio aberto”, disse.

COLAPSO DA SAÚDE

A preocupação do prefeito foi embasada pela secretária de Saúde, Cecília Cividini. Segundo ela, após cada feriado existe um aumento considerável de suspeitos em Umuarama e para cada caso confirmado, esse pode contaminar 10 pessoas. “Estamos em uma cadeia progressiva e muito próxima do quadro que não queremos, que seria os hospitais sem leitos para todos” alertou a secretária.

Cecília reforçou que a população precisa manter o isolamento social sempre que puder, realizar a higienização e susar as máscaras. “Pessoas de outras cidades estão vindo visitar parentes, aglomerações estão acontecendo. Vamos deixar isso para o momento propício, pois o vírus está aqui e está sendo disseminado. Você pode ser uma dessas pessoas que estão transmitindo o vírus para os outros”, exclamou a secretária.

MEDIDAS MAIS SEVERAS

A Procuradora-Geral do Município, Carolina Cicote Moreira, também participou do pronunciamento do prefeito Celso Pozzobom. Em sua fala, Carolina lembrou que o desembargador Leonel Cunha, ressaltou em sua decisão para a abertura do comércio “Caso sobrevêm experiência científica e estudos técnicos, que orientem medidas mais restritivas, inclusive o fechamento das atividades não essenciais, isso será feito pela justiça”. “Desta forma é essencial que toda população acolha as orientações da saúde do Município e Estado, para que o comércio não volte a ser fechado”, orientou a procuradora.