Política

Entrevista

Professora Beth e Emanuel Bueno trazem um Plano de Governo com participação popular

27/10/2020 08H41

Imagine uma cidade onde as decisões político-administrativas são tomadas em consonância com a população e a valorização dos bairros aconteça com ações integradas de educação, saúde, lazer e cultura, que propicie ao cidadão uma comunidade estruturada para atender a todas as suas necessidades, mas também possibilitando que busque essa mesma estrutura na área central da cidade.

PLANO DE GOVERNO

Essa é uma das propostas previstas no Plano de Governo do Partido dos Trabalhadores (PT), do Partido Liberal (PL) e do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Umuarama para as eleições de 2020.

A coligação sustenta o lema “Umuarama para todos” e é encabeçada pela candidata a prefeita Elizabeth Waleski de Freitas Piccinini, 66 anos, a Professora Beth (PT) e como vice o advogado Emanuel Humberto de Oliveira Bueno, 42 anos (PL). Também são 13 candidatos a vereadores constante nas legendas partidárias.

VALORIZAÇÃO

Dentro da proposta descrita acima, eles garantem que não querem a criação de guetos, mas a valorização da identidade do cidadão e o fortalecimento das entidades representativas dos diversos segmentos da sociedade. “Por isso nosso lema é ‘Umuarama para todos’”, afirmou Emanuel Bueno.

Ele e a Professora Beth estiveram essa semana no Ilustrado onde concederam entrevista sobre as propostas defendidas dentro da série de reportagens apresentadas aos domingos com todos os candidatos a prefeito de Umuarama.

JOVENS

Segundo os candidatos, a intenção é atacar a base do problema e não adotar apenas medidas paliativas. “Estamos perdendo nossos jovens para a droga e também para o contrabando. Temos que oferecer condições iguais a todos para que esse jovem não vá para o mundo do crime”, afirmou Emanuel Bueno.

Segundo a Professora Beth, a sua vivência dentro de sala de aula a possibilita conhecer a realidade de jovens da periferia. “Sempre converso de forma aberta com eles, enfatizando que precisam estudar, fazer uma faculdade para terem melhores chances. Quando me dizem que conseguem o dinheiro de outra forma, sempre enfatizo que conheço mais de mil que optaram por isso e agora estão guardados dentro da penitenciária, onde eu também dou aulas”, explicou a professora.

O OUTRO IMPORTA

A candidata enfatizou que a proposta principal da coligação é desenvolvimentista e que quer mostrar que o outro importa. “Vivemos em um sistema capitalista. Isso não vai mudar e não queremos isso, mas queremos que quem está na base da pirâmide tenha condições a ter acesso a uma educação mais palpável e sólida e consiga mudar a sua realidade para ter qualidade de vida”.

EDUCAÇÃO

Dentro do Plano de Governo, na edução as principais propostas são:
  • 1 – Planejar e aumentar progressivamente a oferta do período integral nas escolas municipais, visando ampliar o atendimento aos alunos e melhorar as suas condições de aprendizado.
  • 2 – Fazer cumprir a Lei Municipal 4400/2019, destinada ao Desenvolvimento da Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, nos termos da Lei Federal12.764/2012.
  • 3 – Atuar em sintonia com o Conselho Municipal de Educação, o Conselho Municipal de Alimentação Escolar e o Conselho Municipal de Controle e Acompanhamento do FUNDEB.
  • 4 – Realizar concurso público na área da educação municipal, conforme a demanda do Município.
  • 5 – Retomar o processo de formação permanente e continuada dos profissionais da educação do município, buscando parceria com as universidades locais.
  • 6 – Instituir um processo permanente de diálogo entre a equipe técnica da Secretaria e os profissionais que trabalham nas escolas e CMEIs
  • 7 – Iniciar um grande processo de revisão da estrutura física das escolas municipais, com planejamento de longo prazo e reconstrução das unidades, modernizando os prédios, adequando-os para as necessidades pedagógicas de suas finalidades.
  • 8 – Garantir o pagamento da hora atividade em consonância com os preceitos legais.
  • 9 – Adequar o piso inicial ao piso nacional.
  • 10 – Garantir a licença prêmio dos profissionais da educação de acordo com a lei, respeitando o tempo proposto a cada cinco anos.
  • 11 – Rever o Plano de Carreira e as demais modificações realizadas nos últimos anos.

SAÚDE

Na saúde algumas das propostas são:
  • 1 – Dotar os Postos de Saúde dos Distritos de enfermeiro, plantonista e ambulância, ou seja, equiparar os recursos aos dos Postos da Sede.
  • 2- Reformular o sistema de agendamento de consultas, agilizando o atendimento aos usuários do SUS de Umuarama e, buscar maior eficiência no Sistema.
  • 3 – Ampliar a equipe do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família.
  • 4 – Fortalecer equipes do Programa Saúde da Família, com forte foco na prevenção.
  • 5 – Utilizar a verba destinada à saúde do trabalhador para a política de prevenção à saúde.
  • 6 – Criar um ambulatório especializado em saúde do trabalhador e qualificar as Unidades Básicas para o diagnóstico em saúde do trabalhador.
  • 7 – Aumentar o número de profissionais contratados para a vigilância sanitária, tendo em vista as demandas do município.
  • 8 -Ampliar e melhorar as ações das Vigilâncias em Saúde, Sanitária e Epidemiológica, com pessoal e equipamentos, em vista de ações preventivas.
  • 9 – Desenvolver ferramentas de ensino e formação para os servidores.
  • 10 – Fortalecer e valorizar o Conselho Municipal de Saúde.
  • 11 – Divulgar a Ouvidoria da Saúde, assim como os números e resultados dos atendimentos.
  • 12 – Proporcionar formação permanente para os trabalhadores da saúde, em vista da proteção da saúde dos profissionais e dos demais munícipes.
  • 13 – Criar uma Casa Abrigo em Umuarama, com a finalidade de dar atendimento às mulheres que são vítimas ou ameaçadas de violência, em sintonia com a Assistência  Social.
  • 14 – Investir em um amplo programa de prevenção e combate à violência doméstica contra o idoso, a criança e a mulher, visando garantir a saúde das pessoas.
  • 15 – Implantar a rede ampliada de atendimento à saúde mental, com a instalação das seguintes unidades: residência terapêutica, CAPS II E III, CAPS AD e CAPS Infantil.
  • 16 – Oferecer serviços de saúde a moradores de rua em vista da redução de danos, tendo a clínica ampliada como princípio, atendendo o usuário da política em sua integralidade, através de ações em conjunto com a Secretaria de Assistência Social, implementando o programa Consultórios de Rua.
  • 17 – Estabelecer parceria entre a Secretaria de Saúde, a SAAU e a comunidade,para cuidados com os animais abandonados.
  • 18 – Realizar campanhas municipais de vacinação de animais e castração de cães e gatos.
  • 19 – Criar uma Casa Abrigo em Umuarama, com a finalidade de dar atendimento às mulheres e LGBTs que são vítimas ou ameaçadas de violência, em sintonia com a Assistência Social.