Umuarama

Outono

Previsão promete queda de temperaturas em Umuarama

06/05/2020 07H00

Na terça-feira alguns umuaramenses já tiraram as blusas do guarda-roupas

Com uma frente fria aproximando do Paraná, a previsão é que as temperaturas comecem a cair hoje até sexta-feira (8) em Umuarama, chegando a mínima de 7ºC e máxima de 23ºC. Ainda conforme o site do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (SIMEPAR), após o dia 9 as temperaturas estabilizam entre 16ºC e 26ºC.

Segundo a meteorologista do Simepar, Ana Beatriz Porto da Silva, lentamente uma frente fria tem percorrido o estado do Rio Grande do Sul e provocado temporais nas últimas horas, naquela região. O frio segue avançando mais ao sul e a instabilidade atmosférica no Paraná está aumentando, com alguns aglomerados de nuvens se desenvolvendo para a possibilidade de chuva.

Ainda segundo o Simepar, hoje será de tempo instável em todas as regiões do estado do Paraná, devido ao deslocamento da frente fria. Os maiores volumes de chuva estão previstos para a metade sul paranaense, enquanto a faixa norte vai registrar mais variação na nebulosidade do que chuva expressiva. Além da ocorrência de chuva, o dia será marcado por ventos moderados e rajadas fortes em todas as regiões.

FRIO

Os meteorologistas preveem, que ainda no decorrer do dia de hoje a aproximação de uma forte massa de ar seco e frio vai baixar as temperaturas em todas as regiões paranaenses. O ar gelado vai atingir primeiramente as regiões de fronteira com o Paraguai e a Argentina e a divisa com Santa Catarina.

Para Umuarama é previsto céu nublado e pancadas de chuva para hoje, porém não deve ser em grande quantidade. Com o aumento da umidade e a entrada da frente fria as temperaturas começam a cair e a quinta-feira (7) pode chegar a mínima de 7ºC na cidade.

CHUVAS

Conforme dados do Simepar, desde junho de 2019 a média mensal de chuvas em Umuarama vem apresentando sempre abaixo, com exceção de dezembro. Em 2020 as chuvas continuam mantém abaixo da média e a estiagem castigando. “O que significa que o problema desta estiagem é o somatório de todo este período (2019/2020). Não há no momento sinal de chuvas representativas, sendo que dia 5 se espera alguma chuva na região”, ressaltou o meteorologista Fernando Mendonça Mendes.

O meteorologista explica que em 2019 no inverno, que já é uma estação com menos chuvas, os valores ficaram a baixo da média e o verão, quando chove mais, também apresentou problemas de chuva abaixo do é esperado para o período.

“Entramos no outono e continua neste ritmo e agora vamos novamente para o período que é normalmente mais seco no ano. Se não chover pelo menos perto da média no inverno, o agravamento será ainda maior. Pelo menos até junho não há indicativo de que as chuvas venham se normalizar bem, conforme previsões climáticas de outros órgãos de meteorológica no Brasil (Cptec/Inmet)”, ressaltou.