Policial

Perseguição

Preso por tentativa de homicídio homem que confessou morte de companheira em Umuarama

25/11/2019 17H41

A Polícia Militar prendeu na última quinta-feira (21) Renato da Silva Souza, 34 anos, que confessou ter matado com um tiro na boca a companheira Tais Puquer Miranda, 21 anos, no último dia 13 de setembro, na residência do casal, no Jardim Colibri, em Umuarama.

Souza fazia parte de um comboio de três veículos preparados para o contrabando abordado em Cruzeiro do Oeste, após perseguição, quando foi detido. Na ocasião ele foi preso acusado de receptação, resistência, organização criminosa e tentativa de homicídio, segundo a Polícia Civil. A prisão foi divulgada nesta segunda-feira (25) pelo delegado-adjunto da 7ª SDP de Umuarama, Gabriel Menezes.

O CRIME

Thaís Miranda, 21 anos, foi encontrada com um tiro no rosto dentro de sua casa, na rua Irineu Fernandes, no Jardim Colibri, em Umuarama, por volta das 23h40 de 13 de setembro, pela Polícia Militar.

A Polícia Militar foi ao local após o vizinho da residência da frente acordar com disparos. O corpo foi encontrado no quarto da casa e segundo o tenente Ramalho, a mulher estava caída com um tiro na região da boca. O médico socorrista apenas constatou a óbito.

Segundo a Polícia Militar, na casa não havia sinais de arrombamento. O vizinho que acionou a PM, relatou aos policiais que acordo com o barulho e ao sair no quintal percebeu que o portão da casa de Thaís estava aberto e acionou a polícia.

Ainda segundo a PM, o vizinho contou que teria chamado a vítima por diversas vezes e ao não ter respostas entrou na residência que estava aberta e com as luzes acesas. Ao encontra Thaís no chão, acionou a Polícia Militar.