Policial

IPORÃ

Preso morre após suposto surto psicótico em cadeia

18/02/2019 18H30

IPORÃ Preso morre após suposto surto psicótico em cadeia

Iporã – Um preso de 38 anos morreu após sofrer um suposto surto psicótico dentro da cadeia pública de Iporã, segundo a Polícia Civil.

O pedreiro Dorival Amâncio da Fonseca estava preso desde o último dia 13, por força de mandado de prisão por um caso de violência doméstica ocorrido em 2016.

Segundo o delegado de Iporã, Hélio Nunes Pires, Fonseca estava sendo mantido em separado dos demais presos. “No dia 15 ele ficou transtornado e por duas vezes foi levado até o Hospital Municipal e depois liberado. Ele estava na cela onde ficam as pessoas mais idosas. Depois do surto, o colocamos em uma cela sozinho, em separado dos demais”, relatou o delegado.

Ainda segundo Pires, no domingo (17) Fonseca voltou a passar mal e foi levado novamente ao Hospital Municipal. “A informação que chegou hoje (19) foi de que o detento foi transferido para o Norospar de Umuarama onde foi submetido a uma cirurgia e que morreu após”, contou o delegado.

O delegado relatou desconhecer a informação de que o preso foi agredido. “Essa informação da agressão foi repassada pelo hospital, mas o que temos é que quando o preso entrou em surto foi levado para o hospital. Vamos apurar o caso, ouvir os outros presos e principalmente aguardar o resultado do laudo do IML para saber a causa da morte”, afirmou Pires.

Segundo relato de familiares de Dorival Fonseca, a informação repassada para eles seria a de que Dorival teria sofrido agressões e morreu em virtude delas. “Fui avisado no domingo (17) que ele estava internado e que seria transferido para Umuarama. No hospital não deixaram a gente falar com ele”, lamentou o irmão, Olavo Fonseca.

Segundo familiares, Dorival Fonseca tinha histórico de surtos, mas normalmente era uma pessoa tranquila e trabalhava como pedreiro. O filho mais velho, de 15 anos, morava com Dorival. Ele ainda deixou outros dois filhos menores.

O velório acontece na capela mortuária de Iporã e o enterro está programado para esta terça-feira (20), no cemitério da cidade.