Cotidiano

DISK 171

Preso em Umuarama estelionatário que aplicava golpe do cartão de crédito

21/01/2021 20H17

Com o suspeito foram encontrados diversos cartões de vítimas – foto divulgação Polícia Militar

Um homem foi preso em flagrante quando aplicava o golpe do cartão der crédito durante a tarde desta quinta-feira (21), em Umuarama, segundo a Polícia Militar. Com o suspeito foram encontrados 13 cartões em nomes de diversas vítimas. Ele foi encaminhado para a delegacia da Polícia Civil onde foi autuado por estelionato.

Segundo a PM era 13 horas quando chegou a informação de que o golpe estaria ocorrendo. Segundo a PM, informações da própria vítima era de que teria recebido ligações telefônicas na qual a pessoa se identificou como sendo da administradora de cartão de crédito e informou que os cartões da vítima haviam sido clonados e que algumas compras já haviam sido efetuadas.

Ainda segundo o relato, o golpista teria solicitado à vítima que entregasse os cartões a um funcionário da empresa que iria buscá-los na residência da vítima.

O suspeito foi abordado pela PM defronte a residência e com o mesmo foram encontrados cartões de outras vítimas. Segundo a PM, o homem acabou confirmando que se tratava de um golpe, informando que estaria com outro indivíduo hospedado em um hotel da cidade. Os policiais foram até o hotel e encontraram mais cartões de outras vítimas, mas sem sinal do comparsa.

O GOLPE

No último dia 12 a Polícia Civil emitiu um alerta sobre o golpe do cartão de crédito com o uso de um motoboy. Em um vídeo, o delegado titular da Delegacia de Estelionatos Emmanoel David, explica que os criminosos ligam para a vítima dizendo que são do banco e informando sobre compras no cartão de crédito que poderiam ser fraudulentas.

FRAUDE

“No momento em que a pessoa afirma desconhecer tais gastos, o bandido fala que o cartão pode ter sido clonado e que é preciso fazer o cancelamento. Para que isso seja efetuado o estelionatário pede para que a pessoa entre em contato com a operadora do cartão por meio do 0800. Só que o estelionatário não desliga a linha. Como o contato é por meio de linha de telefone fixo, a ligação continua”, explicou o delegado Emmanoel David.

MOTOBOY

Segundo o policial a vítima acredita que está realmente conversando com o 0800 e acaba acatando a solicitação do golpista e informa dados pessoas e digita a senha do cartão. “Para finalizar o estelionatário pede que a pessoa corte o cartão ao meio e informa que o motoboy passará na casa ou trabalho do cliente para pegar o cartão para segurança da operação”, explicou.

DISK 171

Um motoboy vai ao encontro da vítima e ao apanhar o cartão pede para a pessoa faça uma carta de próprio punho informando que não foi ela que fez os gastos. “A partir deste momento os criminosos têm tudo o que precisam: dados do cliente; senha; chip e assinatura do cliente para fazer compras e gerar prejuízos incalculáveis”, disse o delegado.