Umuarama

Eleições 2020

Pozzobom agradece eleitores, fala das prioridades e do ataque contra a covid-19

16/11/2020 09H56

celso_vitoria

Na primeira entrevista após ser reeleito, o empresário e pecuarista Celso Pozzobom (PSC) falou ao Ilustrado da campanha, das prioridades e citou que está preocupado com o aumento nos casos de covid-19. A comemoração da vitória no comitê político começou antes mesmo da divulgação do resultado oficial da Justiça Eleitoral. Por causa da pandemia da covid-19 e as medidas de segurança, não houve a tradicional carreata da vitória. Pozzobom se elegeu com 66% dos votos em Umuarama.

“Ganhar com essa diferença nos dá credibilidade para continuarmos nosso trabalho e também nos reforça junto aos deputados e ao governo do Estado”, ressaltou Pozzobom. O compromisso é focar na educação e na geração de empregos nos próximos quatro anos.

“Em 2017 colocamos a casa em ordem e esse ano tivemos essa pandemia que atrapalhou todo mundo. Então tive praticamente dois anos para governar. Realizamos muitas obras, algumas foram concluídas e outras ainda não, mas estamos formando toda a infraestrutura que a cidade precisa para continuar crescendo e se desenvolvendo. Logo estaremos com 150 mil habitantes”, afirmou.

Com relação ao enfrentamento da pandemia da covid-19, o prefeito reeleito enfatizou que as ações necessárias serão adotadas. “Não tenho medo de adotar as medidas necessárias para garantir a segurança e o desenvolvimento da nossa cidade”, disse.

Nesta segunda-feira (16), um dos compromissos na agenda é a reunião com o Comitê de Operações de Emergência (COE) que determina as ações adotadas no Município para o combate a coronavírus.

Neste domingo a Secretaria Municipal de Saúde anunciou mais duas mortes e 107 novos casos da doença. Na quinta-feira (12) o Município requereu junto a Secretaria de Estado da Saúde a reabilitação dos leitos exclusivos para a covid-19 que foram desativados em Umuarama. “O nosso problema agora não é no horário comercial. É depois do expediente e nos fins de semana”, enfatizou.

Pozzobom ainda lamentou a conduta de um dos adversários. “Houve uma política que não foi saudável para a nossa cidade. Baixa e com ataques as nossas famílias. Lamento por isso”, afirmou.