Cotidiano

DIREITOS DO CONSUMIDOR

Por Covid19, polícia e MP fiscalizam comércio de Iporã para coibir abusos

19/03/2020 20H13

Investigador da Polícia Civil, Rogério, promotor Renan Góes de Lima e o delegado Thiago Soares (foto divulgação Polícia Civil

Iporã – O Ministério público e a Polícia Civil de Iporã realizaram trabalho fiscalizatório em farmácias, estabelecimentos de venda de materiais de limpeza e supermercados de Iporã na tarde desta quinta-feira (19).

O objetivo foi cientificar os proprietários a respeito da Recomendação Administrativa nº 07/2020, do Ministério Público de Iporã, para que se abstenham em praticar preços abusivos a produtos voltados à prevenção, à proteção e ao combate contra o coronavírus.

Foram fiscalizados 15 estabelecimentos comerciais, e seus proprietários devidamente orientados sobre o conteúdo da recomendação, bem como das sanções administrativas, cíveis e criminais cabíveis.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Iporã, Thiago Soares, foi ressaltado que a elevação injustificada do preço configura prática abusiva e crime contra o consumidor e a economia popular.

Ainda foi orientado que eventuais aumentos injustificados por parte de fornecedores e eventuais denúncias de preços abusivos devem ser repassados ao Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar, através dos canais disponíveis, para as medias pertinentes.