Policial

DUPLO HOMICÍDIO

Polícia prende três suspeitos de executar casal em Moreira Sales

17/11/2018 10H52

Polícia prende três suspeitos de executar casal em Moreira Sales
Os mandados foram cumpridos em Moreira Sales e em Mariluz (foto divulgação Polícia Civil)

Goioerê –Em uma ação conjunta as polícias Civil e Militar prenderam no início da manhã de sábado (17) três suspeitos de envolvimento na morte de um casal no último dia 11, em Moreira Sales. No total foram cumpridos seis mandados, sendo 3 de busca e apreensão e 3 de prisão temporária em Mariluz e Moreira Sales. Um dos suspeitos ainda foi detido em flagrante acusado de tráfico de drogas. Em sua casa foram encontrados 45 pedras de crack. Uma moto que teria sido usada no crime também foi apreendida.

O trio foi levado para a delegacia da Polícia Civil de Goioerê, onde foi ouvido. Até o fim da manhã nenhum deles havia confessado a participação do crime. Eles são acusados de duplo homicídio qualificado.

De acordo com o delegado de Goioerê Anderson Sérgio Romão, o crime teria sido motivado por uma dívida de drogas. As vítimas seriam usuárias de entorpecentes, segundo o delegado. O valor da divida ainda não foi apurado.

Na cada de um dos suspeitos, em Mariluz, a polícia encontrou 45 pedras de crack. O homem foi preso ainda em flagrante acusado de tráfico de drogas. As armas do crime também não foram localizadas até o momento.

Chegamos até o mandante o os executores durante diversas investigações realizadas no decorrer da semana”, salientou Romão. A operação foi realizada pelas polícias Civil e Militar de Goioerê, Moreira Sales e Mariluz.

 

Goioerê – Três homens foram presos no início da manhã de sábado (17), suspeitos de serem o mandante e os executores de um casal em Moreira Sales, no último dia 11, segundo a polícia. O trio foi detido por força de mandado de prisão temporária de 30 dias e foi levado para a delegacia da Polícia Civil de Goioerê, onde foi ouvido. Até o fim da manhã nenhum deles havia confessado a participação do crime. Eles são acusados de duplo homicídio qualificado. De acordo com o delegado de Goioerê Anderson Sérgio Romão, o crime teria sido motivado por uma dívida de drogas. As vítimas seriam usuárias de entorpecentes, segundo o delegado. O valor da divida ainda não foi apurado. Na cada de um dos suspeitos, em Mariluz, a polícia encontrou 45 pedras de crack. O homem foi preso ainda em flagrante acusado de tráfico de drogas. As armas do crime também não foram localizadas até o momento. “Chegamos até o mandante o os executores durante diversas investigações realizadas no decorrer da semana”, salientou Romão. A operação foi realizada pelas polícias Civil e Militar de Goioerê, Moreira Sales e Mariluz. O CRIME O casal Gilberto Augusto da Silva, 32 anos, e Rosenilda do Nascimento Pereira, 36 anos, foi executado com pelo menos 10 tiros na rua projetada A, ao lado da Associação da Vila Belém, em Moreira Sales, na noite do último domingo (11). Segundo a polícia, cada vítima foi alvejada com pelo menos cinco disparos de pistola 380. Ainda de acordo com a polícia, Gilberto Silva morreu com uma pedra de crack na mão.
Na casa de um dos suspeitos de envolvimento no crime, em Mariluz, a polícia ainda encontrou 45 pedras de crack (foto divulgação Polícia Civil)

O CRIME

O casal Gilberto Augusto da Silva, 32 anos, e Rosenilda do Nascimento Pereira, 36 anos, foi executado com pelo menos 10 tiros na rua projetada A, ao lado da Associação da Vila Belém, em Moreira Sales, na noite do último domingo (11).

Segundo a polícia, cada vítima foi alvejada com pelo menos cinco disparos de pistola 380. Ainda de acordo com a polícia, Gilberto Silva morreu com uma pedra de crack na mão.