Cotidiano

EM UMUARAMA

Polícia já identificou suspeitos de espancar homem até a morte no Jd. Independência

24/03/2021 16H43

A Polícia Civil já identificou uma mulher e dois homens suspeitos de espancarem Cristiano Renato dos Santos Cunha, de 32 anos. A vítima morreu na manhã desta quarta-feira (24), após passar onze dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Cemil. O crime ocorreu no último dia 13, no bairro Jardim Independência, em Umuarama. Até o momento ninguém foi preso.

Homicídio

Segundo o delegado-chefe da 7ª SDP, Osnildo Carneiro Leme, desde o dia do espancamento o caso já estava sendo investigado. A diferença é que agora trata-se o inquérito como homicídio. “A informação que temos é que a vítima foi até a casa onde o filho mora e ao chegar teria sido agredido pela avó da criança e mais dois homens, que teriam o espancado violentamente”, afirmou. A vítima foi deixada caída na rua Nossa Senhora Aparecida. Os agressores já foram identificados, mas não localizados.

Agressão

Antes de populares acionaram uma equipe do Samu, outro grupo teria passado pelo local e supostamente reconhecido o homem como suspeito de uma tentativa de estupro ocorrida em outra data. Novamente a vítima teria sido agredida, explicou o delegado-chefe.

Sem estupro

Ainda segundo o delegado Osnildo Carneiro até o momento a Polícia Civil não encontrou qualquer boletim de ocorrência formalizado contra a vítima pelo possível crime de estupro ou de tentativa de estupro. “Ainda estamos verificando, mas até o momento não têm nada registrado”, afirmou.

O crime

Na noite do último dia 13 a Polícia Militar foi acionada para dar apoio aos socorristas do Samu que foram até a rua Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Independência. No local encontraram a vítima violentamente ferida, com afundamento de crânio além de diversos ossos quebrados pelo corpo, segundo informado pela polícia no dia.