Cotidiano

TRAGÉDIA NA RODOVIA

Polícia investiga causas de acidente que matou cinco familiares em Goioerê

29/08/2020 12H31

A professora Lúcia Nishigawa e os pais Caoru e Isaura Fukushima foram três das cinco vítimas fatais do acidente (foto GoioeNews)

A Polícia Civil vai investigar as causas de um grave acidente entre um VW Gol e um Chevrolet Spin que matou cinco pessoas de uma mesma família, na PR472, no trecho entre Rancho Alegre do Oeste e Goioerê, durante a noite de sexta-feira (28).

VÍTIMAS

Pai, filha e dois netos, de apenas cinco e um ano de idade faleceram ainda no local. Uma quinta passageira, uma mulher de 75 anos, esposa do condutor do Gol, morreu no início da madrugada de sábado (29), na Casa de Saúde da cidade. Todos eram ocupantes do Gol. No Spin seguiam três pessoas que tiveram ferimentos mas a princípio não correm risco de vida. Todos foram encaminhados para o Hospital Santa Casa de Goioerê.

TRATOR

Na manhã deste sábado a Polícia Civil localizou e identificou o condutor de um trator que também teria se envolvido no acidente. Segundo as primeiras informações o Gol seguia atrás do trator, ambos sentido a Goioerê. A colisão com a Spin que vinha na direção contrária teria ocorrido em uma tentativa de ultrapassagem do trator.

Maquinário e implementos agrícolas são proibidos por lei de transitar em vias públicas, sem estarem sendo transportados por caminhões apropriados. O condutor foi ouvido pela polícia e liberado.

Os ocupantes da Spin seriam moradores de Rancho Alegre do Oeste.

DESPEDIDA

O acidente foi atendido pela Polícia Rodoviária Estadual de Goioerê e pelo Instituto de Criminalística de Umuarama. Os corpos das cinco vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão e até o fim da manhã de sábado ainda aguardavam a liberação. Segundo o apurado, a família ainda não havia decidido se o velório e o sepultamento coletivo acontece em Goioerê ou em Maringá.

FAMÍLIA

Morreram no acidente o agricultor Caoru Fukushima, 78 anos, sua esposa Isaura Fukushima, 75 anos, moradores de Goioerê e a filha do casal, Lúcia Harume Fukushima Nishigawa, 38 anos e os filhos de Lúcia, Lucas e Laís Nishigawa, com um ano e cinco anos, respectivamente. Lúcia era professora em Santa Catarina e residia com o marido e os filhos em Jaraguá do Sul (SC).

Nas redes sociais houve muitas manifestações de pesar pelo falecimento. A família é conhecida em Goioerê.