Umuarama

UMUARAMA

Pesquisas realizadas no IFPR promovem desenvolvimento para comunidade

20/05/2019 09H48

ifpr-umuarama-pesquisa

Com mais de mil alunos matriculados nos ensinos Médio Integrado, Técnico, Superior, Mestrado e futuramente Pós-Graduação, o Instituto Federal do Paraná (IFPR) – campus de Umuarama – conta com mais de 60 pesquisas em andamento. Conforme professores e alunos, a alta produção de conhecimento se deve ao formato de ensino e também a estrutura invejável da instituição local.

Segundo o professor e diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão, Thiago Pereira do Nascimento, o IFPR não é apenas uma escola, mas também fomenta a pesquisa e a extensão desde a base. Desta forma, cada área do conhecimento, dentro da instituição de ensino, desenvolve a pesquisa aplicada. “No ensino médio integrado, o qual o aluno conclui o ensino regular junto com uma profissão, já existe a pesquisa e a extensão gerando mais de oitenta projetos para a comunidade”, explicou.

Como na informática, com as pesquisas de robótica e que levam os estudantes ao conhecimento da programação desde base até a execução dos projetos. Além do estudo da plataforma Arduíno, neste caso, os alunos podem entender e elaborar projetos, como a irrigação controlada para o setor rural e urbano. “São diversos conhecimentos de pesquisa que de alguma forma serão revertidos para sociedade”, explicou.

Tendo laboratórios estruturados e com equipamentos de última geração, o campus de Umuarama tem forte atuação na extração de óleos essenciais e aplicabilidade desses compostos. Neste setor, as pesquisas começam no ensino médio e vão até o nível do mestrado. “Todo conhecimento gerado tem potencial de inovação e comercialização. Os óleos extraídos e pesquisados pelos alunos futuramente podem ser convertidos em produtos para farmácia, alimentação, herbicidas naturais entre outros. Tudo direcionado a aplicabilidade social”, explicou o coordenador de pesquisa e extensão, Danilo Sandro Barbosa.

Neste cenário de produção de conhecimento, cultura e educação os estudos passam pelas áreas das ciências humanas, literatura, sociologia, filosofia, políticas sociais, ambientais, tecnologias entre outras.

HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO

ifpr-umuarama-verba

Morador de Jangada, distrito de Cafezal do Sul a 44 km de Umuarama, Victor de Souza Pianovscki, de 17 anos, cursa o 4º ano do Técnico em Química no IFPR de Umuarama. O jovem é medalhista de prata da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), além do bronze na Olimpíada Brasileira de Física e outras conquistas na competição de Biologia.

“Tive apoio dos professores do IFPR, que sempre estão dispostos a ajudar no aprimoramento do conhecimento dos alunos. Esse ano ainda vem outras disputas pela frente”, ressaltou.

De origem humilde, o jovem é o reflexo do projeto de ensino do IFPR de Umuarama. “Saímos para Umuarama 5h20 com o ônibus da Prefeitura e duas vezes por semana fico até as 18 horas aqui no IFPR estudando. Meu sonho é buscar uma faculdade pública na área da Engenharia”, explicou.

MESTRADO

mestrado-ifpr-umuarama

O IFPR está há sete meses de finalizar a primeira turma de mestres em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM). Neste seguimento o são duas linhas de pesquisa sendo o manejo sustentável e a tecnologia de produtos naturais. “O foco do Mestrado é atingir a sustentabilidade da nossa região nos fatores ambiental, econômico e social. Quando fala em sustentabilidade se pensa no ambiental, mas tem a questão social e economia. Temos pesquisa por exemplo do ginseng, que pela literatura, conta com compostos para tratamento de Alzheimer. Também temos a pesquisa na extração do óleo essencial da árvore Pau D’Alho, que pode ser aplicado na eliminação das larvas do mosquito Aedes aegypti e também de carrapatos”, explicou o professor de física e coordenador do mestrado, Otávio Akira Sakai.

Laboratório de produção dos cursos de Arquitetura, Design de Interiores e Construção Civil
Laboratório de analise de plantas voltado para o meio ambiente e produção rural