Umuarama

Orçamento doméstico

Pesquisa do Procon de Umuarama registra alta na cesta básica de 8% em um mês

09/09/2020 10H04

oleo_soja_preco

A Secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor de Umuarama (Procon Municipal) divulgou no fechamento da primeira semana de agosto as tabelas de acompanhamento de preços dos produtos que compõem a cesta básica (marcas líderes e mais populares) e também a variação nos combustíveis (etanol, gasolina e óleo diesel). Os preços foram colhidos entre os dias 1 a 4 de setembro.

A cesta básica com as marcas líderes de mercado teve variação de 8%, passando de R$ 703,08 em agosto para R$ 761,28 em setembro. Se a comparação for em relação a setembro de 2019 o aumento no valor da cesta básica chega a 22%.

Entre os produtos de maior elevação dentro da cesta básica estão o tomate com reajuste 45% em relação ao mês passado, o arroz 45% e óleo de soja 30%. Dos 34 produtos que compõem a cesta básica e pesquisados pelo Procon, 28 apresentaram aumento nos valores em um mês. As tabelas podem ser conferidas no site do Jornal Umuarama Ilustrado.

Na última semana de agosto o jornal Umuarama Ilustrado já havia realizado uma pesquisa sobre o óleo de soja, sendo que desde a segunda quinzena de agosto o consumidor de Umuarama já vinha sentindo o reajuste do produto, que teve aumento superior os 40% em relação ao mês de junho.

O arroz também pesou no orçamento doméstico, com alta superior a 50% no preço do pacote de 5 kg, em comparação aos últimos seis meses, a cesta básica ficou ainda mais cara.

arroz_reajuste_recorde

ÍNDICES

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou inflação de 3,87% em agosto deste ano. A taxa é superior à observada em julho (2,34%). Com o resultado de agosto, o indicador nacional acumula taxas de 11,13% no ano e de 15,23% em 12 meses, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A alta de julho para agosto foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que tiveram alta de 5,44% em agosto. Em julho, a taxa de inflação havia sido de 3,14%. O Índice de Preços ao Consumidor, que mede os preços no varejo, teve inflação de 0,53% em agosto, também acima da registrada em julho (0,49%).