Colunistas

Eliseu Auth

Os Anjinhos da rua

28/05/2019 08H00

A fé me diz que todos temos um anjo da guarda. E me ensinou a rezar que me cuide, guarde e proteja. Não tenho e ninguém tem constatação matemática de sua existência, mas a fé não a exige isso. De qualquer forma, anjo é sempre um ser protetor muito bem vindo.
Pois é. Agora tem anjos no trânsito de Umuarama. Se tenho sido meio amargo no que escrevo no Umuarama Ilustrado, há muitos anos, hoje quero ser doce. Vou dizendo o que sinto e penso sobre o que vejo e escuto. Tento passar minhas angústias e irresoluções que acho serem também angústias dos ilustrados leitores. Não me incomodo com quem discorda de mim e sou grato por ter onde dizer o que penso. E você que me lê, saiba que me honra com isso. Vou aplaudir a Dianês Piffer, chefe da Umutrans, pelo trabalho que faz no nosso trânsito. Ruas estão bem sinalizadas e os semáforos sincronizados onde tem radares. Tenho a sensação que a preocupação maior é orientar antes de multar e punir. Nessa visão estão aparecendo anjinhos avaliando o tráfego e educando quem dirige. Tudo isso sem alardes e nem cacarejos. Já gostava da transparência implantada nessa nova Umutrans.
É isso. Se já fui áspero, agora preciso ser justo e aplaudir a Dianês que dirige o nosso trânsito, a Guarda municipal e o prefeito Celso que cuida do município. Sei que tanta coisa não funciona em órgãos públicos e por isso acho que não é pieguice reconhecer o bom trabalho quando ele acontece.
Ouço das pessoas que transitam pela cidade e tenho a mesma sensação que já não existe aquela sanha multadora de outros tempos. O povo, judiado e sofrido demais quer se ver bem acolhido na sua cidade. Quer ser respeitado e bem tratado. Esses anjinhos que estão sendo instalados vêm na esteira desse bom princípio que crê na educação e só depois apela para a repressão. Então, sejam bem vindos os anjinhos da rua.

(Eliseu Auth é promtor de justiça inativo, atualmente advogado).