Cotidiano

OLD CAR

Operação desbarata quadrilha que furtava carros velhos em Umuarama

02/09/2020 18H57

A Polícia Civil de Umuarama deflagrou na manhã desta quarta-feira (02) a Operação Old Car, organizada com o objetivo de desbaratar uma organização criminosa envolvida com furtos de veículos em Umuarama.

OS PRESOS

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e oito mandados de busca e apreensão. Os presos foram identificados como D.A.D.S.R, 51 anos e D.M.D.S, de 34 anos. As buscas domiciliares resultaram na apreensão de dois veículos, cinco celulares e diversos documentos de veículos. Todos os mandados foram cumpridos em Campo Mourão. Os presos serão encaminhados à cadeia pública de Umuarama, onde permanecerão à disposição da Justiça.

OS FURTOS

As investigações deste caso tiveram início após uma série de furtos de veículos na cidade de Umuarama. Os policiais apuraram que todos os automóveis eram subtraídos em situações semelhantes, com o mesmo modus operandi. Além disso, os criminosos tinham uma preferência por modelos de veículos mais antigos, o que indicava a atuação de um grupo organizado.

Segundo a polícia, as diligências para elucidação do caso estavam em curso quando, no dia 08 de julho último foi realizada pela Polícia Militar a prisão em flagrante do suspeito D.M.D.S., que acabara de furtar um VW Gol de cor branca, na avenida Rio Branco, em Umuarama. O caso chamou atenção porque o crime apresentava as mesmas características daqueles outros já apurados pelo GDE.

SUSPEITO

De acordo com a polícia, as investigações passaram a ser verticalizadas sobre esse suspeito e descobriu-se que uma organização criminosa da cidade de Campo Mourão subtraía veículos em toda região e, em seguida, levava os automóveis para aquela cidade, onde eram adulterados e “esquentados” com a documentação de outros veículos.

OLD CAR

Durante as investigações os policiais conseguiram recuperar um outro veículo que foi subtraído em Umuarama, um Corsa de cor branca, furtado no dia 02 de julho. Segundo a polícia, as investigações agora seguem para identificar se ainda existem outros envolvidos com o grupo criminoso, especialmente na falsificação dos documentos dos veículos.

A operação foi batizada de Old Car em alusão ao perfil dos veículos escolhidos pelos criminosos, que eram carros mais antigos.