Umuarama

ALERTA VERMELHO

Ocupação chega a 100% e Umuarama pede reabilitação de leitos da covid-19 à SESA

11/11/2020 19H26

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou, ontem, mais 20 casos de covid-19 em Umuarama. Com o crescente número de pacientes diagnosticados com a doença, ontem a enfermaria do hospital Uopeccan chegou a 100% de lotação. Desta forma, pacientes começam a ser encaminhados para outras cidades.

Para tentar minorar a situação a Secretaria de Saúde de Umuarama está solicitando ao governo do Estado a reabilitação de leitos hospitalares para atender umuaramenses infectados pelo coronavírus.

Novos casos

As pessoas positivas para covid-19 são 13 mulheres com idade entre 20 a 68 anos e sete homens entre 24 a 54 anos. Os novos casos elevaram para 1.533 o número de infectados na cidade, dos quais 1.254 já se recuperaram e 22 morreram em decorrência de complicações causadas pela doença.

Atualmente, 248 positivados estão em isolamento domiciliar, quatro estão internados em leitos de UTI e cinco em enfermarias, enquanto outros 616 umuaramenses estão com suspeita de infecção pelo novo coronavírus – quatro deles internados em enfermarias e os demais em isolamento. Com o boletim desta quarta, subiu para 7.684 o número de notificações de suspeita de Covid-19, dos quais 5.535 casos já foram descartados.

100% de ocupação

O Hospital Uopeccan de Umuarama é único credenciado para receber pacientes positivados ou com suspeita de covid-19, na área da 12ª Regional de Saúde (21 municípios), e ontem a instituição de saúde contava com oito pacientes nos 10 leitos disponíveis de UTI/covid e 100% de ocupação nos 10 leitos de enfermaria/covid.

Segundo a Secretaria de Saúde, na macrorregião Noroeste – que conta com nove hospitais credenciados para atender pacientes com a doença –, Umuarama apresenta a maior taxa de ocupação em enfermarias e uma das mais altas também em UTIs. A taxa e ocupação regional das UTIs está em 48% e nas enfermarias é de 49,5%.

Como a lotação da macrorregião ainda é baixa, pacientes de Umuarama começam a ser encaminhados para outras cidades, onde é realizado o atendimento.