Cotidiano

SINAL VERMELHO

Novos casos de Covid19 acendem alerta para uso de máscaras e distanciamento em locais públicos

29/04/2020 07H30

Umuarama – Desde que a Covid19 foi declarada uma pandemia mundial, todos estamos vivendo tempos de mudanças de atitudes e de comportamentos. Não vamos mais ao mercado ou ao banco como antes. Vai em uma loja? De cara já vem um atendente te oferecendo álcool 70% para as mãos, tem que aguardar a sua vez para entrar e na porta um cartaz alerta que a entrada é permitida apenas para quem estiver usando máscara.

NOVOS CASOS

Esta semana Umuarama confirmou mais dois casos positivos para o Covid19, chegando a seis o número total. Segundo o boletim da Secretaria de Saúde divulgado nesta terça-feira, 74 suspeitos estão em acompanhamento na cidade, sendo 2 internados e o restante em isolamento domiciliar.

Desde que o Município afrouxou a quarentena e permitiu a abertura gradual do comércio, quatro casos foram confirmados, o que deve servir de alerta de que todos precisamos redobrar os cuidados com a higiene e o distanciamento social.

LEI

Todas as medidas impostas visam assegurar que um menor número possível de pessoas seja contaminada pelo coronavírus. Mas não é fácil. Nesta terça-feira o governador Ratinho Júnior (com suspeita de ter contraído o coronavírus) sancionou lei que torna obrigatório o uso de máscaras em todo o Paraná. A multa varia de R$ 106,6 a R$ 533 para pessoas físicas e de R$ 2.132 a até R$ 10.660 para pessoas jurídicas em caso de descumprimento.

SOLIDARIEDADE

E neste momento em que a solidariedade ao próximo se acende, vemos doações e comercialização de máscaras a preços populares, portanto não dá para alegar que não tem uma. E na manhã desta terça-feira (28) soldados do 25º Batalhão da Polícia Militar deram mais um exemplo de empatia e cuidado com o próximo ao distribuir 150 máscaras.

MÁSCARAS

Foi a segunda ação de distribuição do equipamento de segurança realizada em uma semana. Desta vez a ação foi no entorno da agência da Caixa Econômica Federal (CEF), na avenida Presidente Castelo Branco, no centro de Umuarama, onde um grande número de pessoas costuma se aglomerar para entrar no banco.

As máscaras foram confeccionadas pelos detentos da Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco), através de uma parceria do comando do 25º BPM e a Secretaria de Justiça do Estado.

ALERTA

Também nesta terça-feira o Sindicato dos Bancários de Umuarama fez um alerta para os perigos a que estão expostos a população e os funcionários das agências bancárias nas longas filas onde nem todos respeitam o distanciamento mínimo de pelo menos 2 metros entre uma pessoa e outra na fila. Muitos ignoram a marcação presente no chão da maioria dos locais.

Um das situações mais preocupantes é verificada nas agências da Caixa Econômica Federal, principalmente. A busca pelo benefício de R$ 600 tem levado muitos umuaramenses a se aglomerarem em frente a agência em busca de informações e do saque.
SEM FILAS
Neste sentido, a Sindicato dos Bancários, através de sua confederação nacional, a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, tem cobrado da Fenaban (representante dos bancos), do Congresso e do Governo Federal medidas para a eliminação das filas e aglomeração.
RISCO SAÚDE
Segundo Wilson de Souza, coordenador do Sindicato, “as filas põe em risco a saúde e a vida dos bancários, dos clientes e dos usuários dos bancos e os banqueiros e autoridades públicas têm obrigação e condições de acabar com elas”.