Umuarama

Saúde

Nova morte por covid-19 é um alerta para necessidade de manter as medidas de proteção

26/09/2020 09H33

Os números de novos casos de covid-19 voltaram a crescer em Umuarama e, com isso, as mortes também. Nos últimos dias ao passar pelo centro da cidade é fácil ver pessoas circulando sem máscaras, como também um aumento de aglomerações de pessoas em festas, show, bares e reuniões políticas. Ao “baixar a guarda” contra o coronavírus, a Capital da Amizade registrou cinco mortes só no mês de setembro.

Na tarde de sexta-feira (25) a Secretaria Municipal de Saúde registrou mais uma morte por covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus. Este é o 18º óbito associado a doença, sendo a terceira vítima em menos de duas semanas. A vítima é um homem de 62 anos, que estava hospitalizado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O comportamento do umuaramense frente ao combate do coronavírus tem causado preocupação à Secretaria Municipal de Saúde, principalmente com o aumento no número de casos positivos entre jovens e adultos (20 a 29 anos e 30 a 39 anos). Além disso, alguns desses pacientes só procuram o sistema de saúde quando os sintomas da doença estão em um estágio grave, explicou a secretária de Saúde Cecília Cividini. “Alguns vão direto para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, alertou a secretária.

Ainda segundo Cecília, existe uma sensação de que a situação estaria sob controle em Umuarama e por isso algumas pessoas estão relaxando nos cuidados. “A consequência disso é o aumento dos casos positivos, quando a incidência estava reduzindo no início do mês e final de agosto, e também no total de óbitos” disse.

NOVOS CASOS

Além do óbito, os números da doença voltaram a crescer na cidade, com mais 16 novos casos positivos de infecção pelo novo coronavírus. Os casos são uma adolescente de 13 anos e seis mulheres de 18, 24, 27, 31, 39 e 57 anos, sete homens de 40, 42 (três), 44 e 55 anos (dois) e duas crianças de 2 e 11 anos.

Com os 18 óbitos, a cidade tem hoje 1.119 casos positivos da doença, entre os quais 925 pacientes conseguiram se recuperar. Há ainda 168 positivados em isolamento domiciliar monitorado e oito pacientes hospitalizadas, sendo sete em UTIs e um em enfermaria.

A Secretaria Municipal de Saúde investiga ainda 140 pessoas com suspeita de infecção pelo coronavírus, das quais oito estão internadas (cinco em UTI e três em enfermaria) e 132 em isolamento. O total de notificações atingiu 5.847 e 4.588 suspeitas já foram descartadas.

DIA DAS CRINÇAS

Na reunião do Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19 (COE), realizada na última quinta-feira (24), a Secretaria da Saúde pediu mais uma vez o apoio da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (Aciu) na orientação aos empresários e consumidores quanto às medidas preventivas visando as atividades do Dia das Crianças.

Os representantes do COE lembram que o distanciamento, higienização das mãos com álcool gel, uso de máscara e etiqueta respiratória são imprescindíveis para manter os números do coronavírus reduzidos na cidade.

Nas orientações do COE aos empresários, que farão promoções no Dia das Crianças, é preciso lembrar para a não distribuição de brindes/guloseimas (como balas e pirulitos), com também não será permitido panfletagem. A divulgação de eventuais promoções deve ser virtual ou com sistema interno de som, para evitar o contato e contágio do vírus.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid recuou para 70% nesta sexta-feira – com 14 leitos ocupados entre os 20 disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) –, enquanto nas enfermarias aumentou para 25%, com a ocupação de 10 dos 40 leitos Covid reservados para pacientes dos 21 municípios da região de Umuarama.