Esportes

QUASE LÁ

No ritmo de Dudu, Palmeiras encara o Vasco por título antecipado

24/11/2018 15H07

Dudu, 26, é a principal arma do Palmeiras em busca de uma vitória contra o Vasco neste domingo (25), às 17h, no Rio, para garantir o título brasileiro com uma rodada de antecipação. O atacante teve participação em 50% dos gols da equipe na competição.
Melhor ataque do campeonato com 60 gols, 4 a mais do que o vice-líder Flamengo, o time alviverde tem em seu camisa 7 motivos para acreditar em um triunfo em São Januário. Segundo levantamento da reportagem, o jogador teve participação, direta ou indireta, em 30 das bolas na rede.
Dudu tem sido decisivo não somente nessa reta final do Campeonato Brasileiro. Foi primordial em toda a campanha. Autor de 7 gols, o atacante tem como seu principal fundamento as assistências para os companheiros. Foram 12 até a última partida, contra o América-MG. Ele é líder do quesito na competição.
Na análise das partidas, a reportagem contabilizou a participação dele em outros 11 gols palmeirenses, com arrancadas, dribles, cruzamentos bolas enfiadas e lançamentos para os companheiros darem o passe final para o gol, ou seja, o penúltimo passe antes da assistência final.
O meia também é o recordista em faltas sofridas no Nacional. Foram 116 em 29 jogos, uma média de 4 por partida. Após uma delas, contra o Botafogo, pela 20ª rodada , Lucas Lima converteu a cobrança.
O desempenho, corroborado pelos números, deixa Dudu com grandes chances de ser escolhido o melhor jogador do Brasileiro.
Destaque da equipe, teve uma uma importante melhora de sua performance na campeonato após a chegada de Luiz Felipe Scolari.
Desde a estreia do técnico no Brasileiro, na 17ª rodada, ele fez 4 dos seus 7 gols e deu 9 das 12 assistências que possui em 15 partidas, além de 4 participações incisivas em lances que originaram gols.
Com Roger Machado, treinador que iniciou a competição no comando da equipe e que foi demitido após derrota para o Fluminense pela 15ª rodada, havia feito 3 gols e dado apenas 3 passes para os colegas marcarem em 13 jogos. Soma-se a essa conta sua cooperação em mais 5 bolas nas redes adversárias.
Na troca entre os treinadores, o atacante ainda fez uma partida contra o Paraná sob o comando de Wesley Carvalho, técnico do sub-20 do clube paulista. Na ocasião, participou indiretamente de dois gols.
“Para mim ele é o craque do campeonato. Ele tem feito a diferença. Quando ele passa para o meio ele faz coisas que dificultam a marcação do adversário. Ele tem se dedicado de uma forma maravilhosa desde que eu cheguei aqui”, disse Felipão em entrevista coletiva após a vitória sobre o America-MG, na última rodada.
Na partida, Dudu serviu William, autor do segundo gol da goleada por 4 a 0 , e marcou o terceiro em belo chute de fora da área. Ao ser substituído, foi ovacionado pelos mais de 39 mil torcedores presentes no Allianz Parque.
“Se hoje estou bem no Palmeiras, é graças a ele [Scolari] também”, reconheceu o atleta.
O atacante palmeirense pode alcançar mais um importante objetivo neste domingo contra o Vasco da Gama e cravar seu nome de vez entre os jogadores mais importantes da história da equipe.
Caso conquiste o título do Campeonato Brasileiro, será o segundo do atleta, que, em 2016, foi também um dos protagonistas da vitoriosa campanha que tirou o clube de São Paulo de uma fila de 22 anos sem levantar a principal taça do país.
No time paulista desde janeiro de 2015, o atacante também ganhou a Copa do Brasil naquele ano, quando foi o autor dois gols da vitória sobre o Santos por 2 a 1 -a equipe sagrou-se campeã nos pênaltis.
Desde a chegada ao clube, tem colecionado recordes. Autor de 55 gols em 226 jogos, Dudu é o artilheiro do time no século 21, com 1 a mais do que Vagner Love, hoje na Turquia.
Após mais uma uma grande temporada, será difícil a diretoria conter o assédio de times estrangeiros ao ídolo palmeirense. No meio do ano, o clube recusou proposta de R$ 54 milhões do futebol chinês.
O Palmeiras chegará ao seu décimo troféu do Campeonato Brasileiro caso vença o rival carioca nessa penúltima rodada. A conquista pode vir também em caso de empate ou derrota. Para isso, basta que o vice-líder Flamengo não vença o Cruzeiro no Mineirão, em jogo que será realizado no mesmo dia e horário.
A diferença na classificação entre os dois times é de cinco pontos (74 a 69). (Folhapress)

VASCO
Fernando Miguel (Martín Silva); Luiz Gustavo, Werley, Castan e Henrique; Desábato, Andrey e Thiago Galhardo; Kelvin, Pikachu e Maxi Lopez. T.: Alberto Valentim

PALMEIRAS
Weverton, Jean, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima; Gustavo Scarpa, Dudu e Deyverson. T.: Luiz Felipe Scolari

Estádio: São Januário, no Rio
Horário: 17h deste domingo
Juiz: Rafael Traci (PR)
TV: Globo SP