Região

AMERIOS

Municípios da região de Umuarama são orientados para o fechamento de bares

25/06/2020 12H20

AMERIOS-UMUARAMA

Os casos de Covid-19 aumentaram mais de 60% no território da 12º Regional de Saúde, composta por 20 municípios entorno de Umuarama. A elevação da transmissão do coronavírus na região, levou a Associação dos Municípios da Região do Entre Rios (Amerios) a orientar os prefeitos associados para iniciarem novas ações de prevenção à doença, como o fechamento de bares por tempo indeterminado.

Em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (25), no anfiteatro da Prefeitura de Umuarama, solicitada pelo Centro de Operações de Enfrentamento à Covid-19 (COE), o presidente da Amerios e prefeito de Brasilândia do Sul, Márcio Marcolino, junto com prefeito de Umuarama Celso Pozzobom, o prefeito de Alto Piquiri e presidentedo Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa-Amerios), Luis Carlos Borges Cardoso, o prefeito de Pérola e presidente da Associação dos Municípios do Paraná, Darlan Scalco e a diretora da 12ª Regional de Saúde, Viviane Herrera, conversaram com os demais prefeitos e secretários da região.

DEFINIÇÃO

No encontrou ficou definido que a Amerios vai emitir um documento orientando aos municípios para o fechamento dos bares por tempo indeterminado, além de outras atividades não essenciais.

A decisão foi tomada, pois o levantamento técnico do COE mostra que existe grande aglomeração de pessoas nos estabelecimentos comerciais de venda de bebida alcoólica, após as 18 horas.

Os decretos municipais devem seguir o decreto 4.886/20, assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior no dia 19, que orienta os municípios de todo o Estado a considerar a restrição da comercialização e do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos depois das 22 horas e até as 6 horas do dia seguinte.

PRESIDENTE

Segundo o presidente da Amerios, Márcio Marcolino, com a orientação cabe aos prefeitos acatarem ou não a decisão. “O COE solicitou o fechamento dos bares pelo aumento dos casos da região, tendo em vista que os bares, em parte, são os responsáveis pela aglomeração e transmissão. A AMERIOS acompanhou esse pedido e vamos emitir um documento orientando todos os prefeitos a emitirem decretos fechando os bares, como forma de prevenção e também de manter os leitos de tratamentos da Covid-19 em níveis aceitáveis”, disse o prefeito.