Cotidiano

FEMINICÍDIO E SUICÍDIO

Motivação para mortes em Iporã seria ciúmes de ex-companheiro, diz polícia

24/03/2021 15H45

A Polícia Civil acredita que o ciúmes seja a causa da morte de dois jovens durante a noite desta terça-feira (23), em Iporã, a 50 km de Umuarama.

Feminicídio e suicídio

Segundo o delegado encarregado do caso, Thiago Soares, a princípio seria um feminicídio seguido de suicídio. O autor era ex-companheiro da vítima e eles haviam terminado o relacionamento a pouquíssimo tempo”, explicou o delegado.

O crime

Segundo a polícia, a vítima Radija de Souza Fernandes, de 19 anos, estava sentada em frente a uma residência na rua Tiradentes, no Jardim Alto do Ipiranga, quando o autor, Lucas Inácio Pereira dos Santos, de 21 anos, chegou e efetuou ao menos 3 disparos contra a jovem e em seguida um disparo contra si.

O ciúmes

“Ele chegou no local, perguntou para a vítima se ela o estaria traindo, ela não teria respondido nada e em seguida ele teria sacado a arma e efetuado um disparo. Na sequência mais dois disparos teriam sido ouvidos”, relatou o delegado.

O socorro

A jovem foi encontrada ainda com vida e socorrida por populares até o Hospital Municipal, onde entrou em óbito. Santos teria morrido ainda no local do crime com um único disparo contra a cabeça, segundo a Polícia Militar.

Segundo o delegado Thiago Soares, somente após o resultado do exame cadavérico do Instituto Médico Legal (IML) será possível determinar a quantidade de disparos efetuados e o tipo de armamento.

A arma

A arma usada pelo autor dos disparos não foi encontrada pela polícia. Segundo a Polícia Militar, quando a equipe chegou ao local havia um grande número de populares e a arma do crime não foi localizada. Um aparelho celular foi apreendido.

Radija deixa dois filhos menores, nenhum deles com o autor dos disparos. O crime foi em frente a residência onde um de seus filhos reside.