Região

MORTE CONFIRMADA NESTA SEXTA

Morre segunda vítima ferida durante comemoração política em Cafezal do Sul

04/11/2022 17H58

Jornal Ilustrado - Morre segunda vítima ferida durante comemoração política em Cafezal do Sul

Morreu nesta sexta-feira (4) o homem de 53 anos, que ficou ferido após outro homem, de 31 anos, efetuar disparos em via pública, durante as comemorações sobre o resultado das eleições presidenciais, na noite de domingo (30). O crime foi na área central de Cafezal do Sul, a 35 km de Umuarama.  

José Wellington Lima Barros estava internado em hospital de Umuarama desde a noite do crime. Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).  

Além dele, a outra vítima, Rosineide da Silva, de 51 anos, também foi atingida por disparos e morreu ao dar entrada no hospital da cidade.  

O responsável pelos disparos, um homem de 31 anos, fugiu na sequência, mas acabou preso na manhã de segunda-feira (31) pela Polícia Militar em um hotel, em Campo Mourão. Ele foi levado para a cadeia pública de Iporã. 

Segundo o delegado da Polícia Civil de Iporã, Thiago Soares, o homem foi autuado em flagrante, mas permaneceu em silêncio durante o depoimento. Para a Polícia Militar, o homem teria confessado a autoria dos disparos ao ser preso. A motivação do crime ainda está sendo apurada. O prazo para a conclusão do inquérito é de 10 dias contados a partir da prisão do autor.  

O crime 

O incidente ocorreu quando eleitores comemoravam a vitória do candidato à presidência Luís Inácio Lula da Silva, segundo o confirmado pela assessoria de imprensa da Polícia Civil nesta segunda-feira (31). O autor dos tiros fugiu do local, mas foi preso com uma arma de fogo e mais de 70 munições.  

Segundo consta na nota da Polícia Militar do dia 31 de outubro, o suspeito estaria alterado quando foi até a casa dos pais e discutido com um irmão, momento em que o homem acabou sacando a arma e efetuando disparos que acertaram a mulher de 51 anos, que estava no local. Ela chegou a ser socorrida até o Hospital Municipal, mas morreu em seguida. Rosineide da Silva não tinha qualquer parentesco com os dois homens envolvidos na discussão.  

Ainda segundo a PM, após, o suspeito entrou em seu carro e foi até a área central da cidade, onde um grupo de pessoas participava das comemorações políticas. O homem teria sacado e arma e voltado a efetuar disparos, desta vez, contra os populares. José Wellington foi ferido a tiros no abdômen. Não foi possível apurar com a Polícia Civil e a Polícia Militar se a vítima fazia parte do grupo que realizava as comemorações ou não.