Umuarama

Saúde

Mesmo com campanha de vacinação, região registra primeira morte por gripe

23/05/2019 08H58

A campanha de vacinação contra a gripe no Paraná mostra que 69,19% do público-alvo foi imunizado. Mesmo assim, os casos da doença seguem em alta. Boletim da Secretaria de Estado da Saúde informa que aumentou o número de casos confirmados e de mortes provocados pela gripe: são 109 casos, com 31 mortes. Na semana anterior o boletim apresentava 74 casos graves confirmados de Influenza com 22 óbitos em todo o Estado.

Na região da 12º Regional de Saúde, Mariluz registrou a primeira morte por gripe deste ano, segundo boletim estadual. Também houve registro nas Regionais de Saúde de Paranaguá, Foz do Iguaçu, Cascavel, Campo Mourão, Paranavaí, Maringá, Apucarana, Londrina, Toledo e Curitiba.

A Secretaria da Saúde insiste sobre a importância da vacinação contra a gripe. “A aproximação do inverno provoca aumento do número de casos e por isso reforçamos a necessidade de que o público-alvo estabelecido pelo Ministério da Saúde receba a dose da vacina que está à disposição em todas as unidades de saúde do Estado”, afirma a enfermeira da Divisão de Vigilância do Programa de Imunização, Vera Rita da Maia.

Ela destaca ainda que a vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem evoluir para casos graves da doença, internações e óbitos.

UMUARAMA

Entre os grupos prioritários da campanha nacional de vacinação contra influenza, em Umuarama, crianças e gestantes têm apresentado a menor adesão. A Secretaria Municipal de Saúde alerta que a vacina é uma forma importante e gratuita de prevenir a gripe ou, pelo menos, atuar os efeitos e reduzir as complicações. Mas para isso é importante receber as doses.

Até o início da tarde desta segunda-feira, 20, a cobertura vacinal de crianças de 6 meses a menos de 2 anos estava em 65,8% (com 1.453 doses aplicadas). Já o grupo entre 2 anos e menos de 5 anos atingiu 70,9% (2.640 vacinados) e na faixa dos 5 anos, 44,15% (551 crianças). Entre os menores de 6 anos, no geral, a média atingida é de 64,7% – ou seja, 4.644 crianças vacinadas.

Já entre as gestantes, 71,5% procuraram as unidades para receber a vacina, totalizando 789 mulheres. Os trabalhadores na área de saúde atingiram 73,8% (2.230 vacinados), as puérperas superaram a meta (116,5%) com 211 pessoas imunizadas e os idosos chegaram a 87,3% da meta, com 11.139 doses aplicadas.

CAMPANHA

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começou no dia 10 de abril e segue até o dia 31 de maio. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 90% dos grupos de crianças com idade entre seis meses e cinco anos incompletos; gestantes; puérperas; idosos, povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 20 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e policiais civis e militares.