Umuarama

CORONAVÍRUS

Leitos para covid-19 voltam a lotar com crescentes números de casos em Umuarama

11/11/2020 15H49

Com a escalada dos novos casos de covid-19 em Umuarama, os leitos destinados ao atendimento dos pacientes com a doença voltaram a lotar. No boletim municipal do coronavírus, divulgado terça-feira (10), as unidades de Terapia Intensiva (UTI) estavam funcionando com 80% de lotação e a enfermaria com 90% de leitos ocupados.

Após a liberação de atividades em grupo e a redução do uso das medidas preventivas contra a circulação do novo coronavírus em Umuarama, o número de casos de covid-19 vem crescendo desde a primeira semana de novembro. Em oito dias foram registrados 177 umuaramenses com a doença.

O aumento da circulação do vírus em Umuarama também fez crescer o número de pessoas nos leitos destinados ao tratamento da doença. No boletim municipal divulgado pela Secretaria de Saúde, foram registrados oito pacientes em UTI/COVID e nove pacientes na enfermaria.

Hoje Umuarama conta com 10 leitos de UTI e 10 leitos de enfermaria para atender os umuaramenses com covid-19 e os pacientes dos 20 municípios da 12ª Regional de Saúde.

No mês de outubro, o Governo Estadual desativou 10 leitos de UTI e 30 leitos de enfermarias na Capital da Amizade, todos destinados ao atendimento de pacientes com covid-19. O fechamento foi justificado pela queda dos números de paciente diagnosticados com a doença.

Segundo a diretora da 12ª Regional de Saúde, Viviane Herrera, a princípio não haverá ativação de novos leitos, pois a taxa de ocupação da Macrorregião Noroeste está baixa. Na macrorregião a taxa de ocupação é de 49% nas UTIs e 43% para enfermarias.

“Os leitos foram desativados pela baixa taxa de ocupação por período superior a 15 dias. Já estava previsto que aconteceria a desativação gradual dos leitos devido ao custo das unidades sem utilização”, explicou.

Ainda segundo Viviane, infelizmente houve um afrouxamento nas medidas de controle da covid-19 e os resultados estão sendo evidenciados com aumento dos casos.

Novos casos

Mais 33 casos de covid-19 foram confirmados em Umuarama, na tarde de terça-feira (10), pela Secretaria Municipal de Saúde. Os novos casos são 18 mulheres de 13 a 67 anos, 14 homens de 13 a 62 e uma criança de sete anos. Dos registrados a maioria são de pessoas entre 20 e 40 anos.

Com os novos registros Umuarama chega ao total de 1.513 pessoas positivadas com a doença. Desses 1.244 se recuperaram e 22 morreram. A cidade tem hoje 238 pacientes com diagnóstico positivo em isolamento, quatro internados em UTIs e cinco em enfermarias, além de 502 pessoas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Dos suspeitos, dois estão internados em enfermarias e as demais com recomendação de isolamento domiciliar. As notificações somam 7.506, com 5.491 suspeitas já descartadas.

Mudança do quadro

Em sua rede social, a médica Carla Dalponte, ressaltou o crescimento de pessoas internadas no Hospital Uopeccan, principalmente no último fim de semana. A médica observou a mudança do perfil dos internados, sendo que pessoas mais jovens estão apresentando sintomas mais graves e com maiores lesões pulmonares. “Estamos sofrendo a segunda onda do covid-19. Por isso pedimos as pessoas atentarem para as medidas de higienização, isolamento social – quando possível – e o uso de máscaras”, disse.