Umuarama

Antigo Lar São Vicente de Paulo

Lar Santa Faustina lança campanha para fechar as contas e manter funcionamento

06/12/2021 08H30

Jornal Ilustrado

O antigo Lar São Vicente de Paulo, hoje Lar Santa Faustina, passa por dificuldades financeiras atreladas ao Coronavírus. Sem poder realizar campanhas entre outras ações para angariar verbas ao longo da pandemia, a instituição precisou usar o caixa de reserva. Porém, os valores acabaram e hoje o Lar vem registrando saldo negativo todos os meses.

Com 65 idosos em atendimento e mais 43 funcionários (nutricionista, enfermeira, assistente social, psicóloga, coordenação, limpeza, monitores, técnico de enfermagem, funcionários administrativos e cozinha) o Lar Santa Faustina tem déficit mensal de um terço do seu orçamento. “O Lar começou a pandemia com um caixa muito bom, mas como não podia realizar campanhas ao longo da pandemia, os valores foram utilizados. Hoje o caixa zerou e todos os meses estamos em déficit. É um valor alto e agora retomamos as campanhas para conseguir fechar o mês”, ressaltou a irmã Edith Veritas, presidente do Lar.

Irmã Edith ressaltou que a ajuda da comunidade está sendo importante na questão dos insumos e necessidade do Lar seria realmente dinheiro para quitar as despesas. “O povo de Umuarama é muito bom e querido, tem nos acolhidos e todos tem um carinho muito especial pelo Lar. Graças a Deus as pessoas ajudam muito com comida, material de limpeza entre outros insumos. Para este Natal, algumas instituições nos procuraram e adotaram todos idosos na questão presente. Por isso, vejo isso como um sinal de Deus para focarmos na parte econômica financeira”, enfatizou.

A presidente explicou que a instituição vive de doações, pois não é 100% mantida pelo governo e que tal valor cobre por volta de um terço do orçamento. “Recebemos ajuda de parte da aposentadoria do idoso, mas isso não é suficiente, o resto vivemos de doações. Os valores arrecadados seriam para pagar água, luz, telefone e folha de pagamento. O lar deve fechar o mês com mais de 60 idosos e temos 43 funcionários. Não somos isentos de luz, água e telefone. Os funcionários precisam de salários dignos, são pessoas e com famílias”, noticiou.

CAMPANHAS

Para buscar recurso e não fechar mais um mês no vermelho, a coordenadoria do Lar Santa Faustina tem duas campanhas em vigência. Uma seria em parceria com a Sorvetes Guri, na qual a instituição está comercializando um pote de 1.800 kg de sorvete Leite Trufado e um picolé skmo por R$ 25,00. Para comprar os sorvetes a pessoa pode ligar no Lar Santa Faustina no telefone: (44) 3639-2527 e a retirada dos produtos será no dia 19 na feira do produtor de domingo.

Outra campanha é o PIX Solidário É possível contribuir com qualquer valor e fazer com o que o lar continue sendo referência em Umuarama e região. As contribuições podem ser feitas diretamente na chave: 762835890001-44 (CNPJ) – da Caixa Econômica Federal.

MUDANÇA

Convidadas pelos Vicentinos para assumir o Lar, as Irmãs Servas Adoradoras da Misericórdia chegaram no dia 30 de outubro para assumir o então Lar São Vicente de Paulo. Com a saída da Sociedade São Vicente de Paulo da instituição o nome também foi junto, uma vez que é registrado e de posse do grupo vicentino. “Não podíamos continuar com o nome. Desta forma a instituição passou a chamar Lar Santa Faustina, nossa patrona e que recebeu Jesus Misericordioso, que revelou o diário de Santa Faustina e toda a devoção a misericórdia”, explicou irmã Edith Veritas.