Umuarama

Infraestrutura

Lago Aratimbó ganha novo parquinho para alegria das crianças

20/12/2019 09H50

Mais um parque infantil foi implantado pela Prefeitura de Umuarama, desta vez no Lago Aratimbó – um ponto de encontro muito frequentado pelas famílias, especialmente nos finais de semana. A montagem ocorreu nesta quinta-feira, 19. O brinquedo faz parte de um lote de dez parquinhos e três balanços para cadeirantes, adquirido pelo município por meio de licitação ao custo aproximado de R$ 177 mil.

Além do lago, onde o novo parque substituiu um antigo em madeira, foram instalados conjuntos de brinquedos em material plástico de alta resistência e metais, no Lago Tucuruvi, Parque 1º de Maio, Parque Laranjeiras, Alto São Francisco, Parque Bonfim, Jardim São Cristóvão e no distrito de Vila Nova União. Os conjuntos são compostos por duas torres, balanços e três escorregadores, entre outros equipamentos.

“Ainda temos dois parques a serem instalados nas próximas semanas, mas os locais ainda não foram definidos pelo prefeito Celso Pozzobom”, explicou o engenheiro Renato Caobianco dos Santos, da Secretaria Municipal de Obras, Planejamento Urbano, Projetos Técnicos e Habitação.

O secretário de Obras, Isamu Oshima, lembrou que além dos parques infantis a Prefeitura instalou três balanços para cadeirantes – junto ao parquinho da Praça Miguel Rossafa, no Bosque Uirapuru e próximo à Adefiu (Associação dos Deficientes Físicos de Umuarama), no Parque Primeiro de Maio. “A intenção do prefeito é garantir opções de lazer para todos os públicos”, afirmou o secretário, lembrando que a comunidade precisa se conscientizar sobre a utilização desses brinquedos, que de uso exclusivo dos cadeirantes.

A Prefeitura também instalou nove parquinhos em outros pontos da cidade e nos distritos de Lovat, Serra dos Dourados e Santa Eliza. “São equipamentos resistentes e seguros, que vão durar muito tempo garantindo a alegria da criançada”, assegurou o prefeito Celso Pozzobom. Além dos distritos, já contam com parques infantis as praças Tamoio, Sete de Setembro, Padre Manuel da Nóbrega e Miguel Rossafa, o Bosque Uirapuru e a Praça dos Xetá.